Marciel e Maycon enfrentam concorrência no Corinthians após 'rodagem'

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Quando marcou o primeiro do Corinthians na vitória sobre o Fluminense, em setembro de 2015, o volante Marciel foi apontado como um jogador com potencial para ser titular do time alvinegro em um futuro próximo. O mesmo ocorreu com Maycon, titular em um jogo da Libertadores 2016. Mas, meses depois, os atletas ainda buscam espaço na equipe.

E pior: após serem emprestados - ao Cruzeiro e à Ponte Preta, respectivamente - na última temporada a fim de ganhar 'rodagem', Marciel e Maycon viram a diretoria corintiana contratar jogadores para a mesma posição que atuam. O fato ocorreu em dois momentos.

Fellipe Bastos, por exemplo, foi anunciado no último dia 14. Além, disso, o Corinthians acertou com Camacho depois do Campeonato Paulista 2016. Hoje, portanto, a dupla das categorias de base corintiana enfrenta uma forte concorrência no setor e começarão a temporada 2017 no banco de reservas.

Marciel foi emprestado ao Cruzeiro em janeiro passado - os mineiros, por sua vez, cederam Willians ao time alvinegro. Na ocasião, Tite disse que a ideia era dar experiência ao atleta, como, segundo ele, havia ocorrido com o zagueiro Yago.

À época, o Corinthians tinha acabado de negociar o volante Ralf com o futebol da China. Williams, dessa forma, apareceu como nome ideal, mesmo com o experiente Cristian e Bruno Henrique no elenco alvinegro.

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Marciel voltou ao Corinthians em setembro

Lacuna e uma chance

Semanas depois da negociação, o Corinthians viu Elias sofrer uma fissura na fíbula da perna esquerda. Sem ele e Marciel, coube a Maycon dar conta do recado - o atleta chegou a ser titular na vitória do Corinthians por 2 a 0 sobre o Cerro Porteño na Libertadores.

Com o retorno de Elias, Maycon voltou a ser a segunda opção, entrando em campo nas etapas finais das partidas. A diretoria corintiana, entretanto, decidiu contratar mas um atleta para a posição: Camacho, que destacou-se no Audax, vice-campeão estadual.

Com a saída de Tite para a seleção brasileira, Maycon, sem espaço na equipe, também foi emprestado. O destino foi a Ponte Preta, onde atuou até dezembro do ano passado.

Jovens saíram e voltaram. E agora?

Depois de o Corinthians colocar a estratégia em prática, Marciel segue sem a famigerada 'rodagem'. Prestes a completar 22 anos, o volante soma apenas 12 jogos como profissional, oito em 2016 - no Cruzeiro, ele também não teve chances de ser titular.

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Maycon defendeu o Corinthians em 15 partidas, com um gol marcado

Já Maycon conseguiu ter uma sequência atuando pela Ponte Preta no Campeonato Brasileiro. No total, foram 19 partidas como titular do time de Campinas. Em dezembro, ele foi convocado por Rogério Micale para defender a seleção brasileira sub-20 no Sul-Americano.

Nos primeiros dois jogos do Corinthians na temporada, contra Vasco e São Paulo na Florida Cup, Marciel substituiu Moisés na lateral esquerda durante o segundo tempo. Maycon voltará ao Corinthians depois do Sul-Americano e terá de disputar vaga com outros três jogadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos