Presidente da Lusa apresenta projeto de modernização do Canindé; veja

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

Presidente da Portuguesa eleito no fim de 2016, Alexandre de Barros comandou reunião, na noite desta terça-feira (31), no Salão Nobre do clube, para apresentar projeto de modernização do Canindé. A exposição foi aberta a associados, diretores, conselheiros, sócios-torcedores, torcedores comuns e até simpatizantes do time da capital paulista.

Barros crê que a revitalização do patrimônio é a última chance para a Lusa recuperar espaço no cenário do futebol nacional, mas ainda enfrenta disputa interna com dirigentes e conselheiros contrários ao projeto. A reunião pretende convencer a comunidade que orbita o clube a fazer pressão pela aprovação das obras.

Vice-campeã brasileira em 1996, a equipe está na Série A2 do Campeonato Paulista e na Série D do Brasileirão.

De acordo com o projeto, a Portuguesa cederia o terreno do Canindé a uma construtora, que se comprometeria a montar um complexo com shopping, hotel e parque particular integrados. Além de um estádio para 20 mil pessoas.

Parte do terreno do Canindé pertence à Prefeitura da cidade de São Paulo. O município, em decreto publicado pelo ex-prefeito Fernando Haddad (PT), já autorizou a realização do projeto de modernização, fato que não deverá ser alterado na administração de João Doria (PSDB).

"Existe um projeto concreto que foi apresentado. É um complexo com estádio, shopping, hotel e centro de convenções. O projeto é maravilhoso, mas tudo depende do acerto com a Gislaine (Nunes, advogada) e de os órgãos da Portuguesa aceitarem o projeto", comentou Daniel Amarelo, conselheiro do clube. A advogada é responsável pela ação trabalhista que levou o Canindé a leilão.

Reprodução

Reprodução

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos