Com gol e assistência de Gabriel Jesus, Manchester City atropela o West Ham

Do UOL, em São Paulo

Titular pela primeira vez no Campeonato Inglês, Gabriel Jesus conduziu o Manchester City à vitória por 4 a 0 sobre o West Ham, nesta quarta-feira (01), em jogo da 23ª rodada do Campeonato Inglês. O brasileiro, mesmo em partida fora de casa, deu uma assistência e fez um gol - o seu primeiro no futebol europeu. 

O passe decisivo do camisa 33 aconteceu logo no primeiro gol do duelo, marcado pelo belga Kevin De Bruyne. O espanhol David Silva aumentou a vantagem, Gabriel Jesus anotou o terceiro e o marfinense Yayá Touré fechou a conta, de pênalti. 

Com o triunfo, o Manchester City, ainda na quinta colocação, chega agora a 46 pontos, o mesmo que soma o Liverpool, dono do quarto lugar e primeiro na zona de classificação para a Champions League. O time de Guardiola segue atrás na tabela por critérios de desempate. West Ham, estacionado em 28 pontos, é o 11º.

O Manchester City voltará a campo no próximo domingo (05), para enfrentar o Swansea em casa. O West Ham, no sábado, visitará o Southampton.

O melhor: Gabriel Jesus só não fez chover pelo City

Gabriel Jesus foi o nome do jogo: o brasileiro deu assistência para o gol de Kevin De Bruyne, responsável por abrir a contagem na partida, aos 19 minutos da metade inicial, e pouco depois assinou seu primeiro tento no futebol inglês. Aos 39 minutos, o atacante recebeu passe de Sterling dentro da área e só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes. Antes de comemorar, o jogador deu uma olhadinha para o bandeira para ter certeza de que o lance seria validado: na sua estreia pelo clube, Jesus teve gol anulado pela arbitragem.

Manchester City dá moral a Jesus nas redes sociais

Reuters / John Sibley

A conta oficial do Manchester City no Twitter vibrou muito com o gol marcado por Gabriel Jesus. Foram cinco postagens em 20 minutos: em uma delas, o clube diz que o brasileiro é o primeiro jogador a registrar uma assistência e um tento na sua estreia na Premier League.

 

 

 

David Silva e Touré também deixam marcas

Foi fácil para o Manchester City. Em apenas 21 minutos, o time já havia aberto vantagem de 2 a 0 contra o West Ham, em duelo em casa. Depois do tento de De Bruyne, o espanhol David Silva empurrou para a rede, desde o segundo pau, bola cruzada por Sané pelo lado direito. O melhor da jogada foi a construção de Sané, que aplicou caneta no no rival Byram. Na sequência foi a vez de Gabriel Jesus marcar, ainda no primeiro tempo. Na segunda metade, em pênalti sofrido por Sterling, Yayá Touré fechou a conta, aos 22 minutos: o marfinense bateu firme e rasteiro, no canto direito do goleiro - que chegou a acertar o lado, mas não conseguiu defender. 

Transmissão maldosa? Reserva, Agüero aparece muito na TV

Reuters / John Sibley

Ao optar por colocar Gabriel Jesus como titular, Guardiola teve de deixar uma das estrelas da companhia, o argentino Sergio Agüero, no banco. E não há explicação simples: o craque não está lesionado, não vem de sequência desgastante e nem foi poupado para jogo da Liga dos Campeões, uma vez que o time só irá a campo pelo torneio no dia 21 de fevereiro. Foi uma decisão técnica, ao que tudo indica. E, na esteira da boa atuação do brasileiro, a transmissão da partida fez questão de focalizar Agüero a cada boa jogada do camisa 33.  

O lance mais feio do jogo foi de Kevin De Bruyne

Além de ter aberto o placar na partida, o belga Kevin De Bruyne também protagonizou outro lance marcante: aos 38 minutos do primeiro tempo, recebeu passe na medida dentro da área, calibrou a bomba para o gol certo, posicionou o corpo e...furou! Furou feio. Melhor para Gabriel Jesus: foi na sequência desta jogada que o brasileiro anotou o seu tento. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos