Oposição confirma candidatura de ex-presidente contra Leco e Natel no SP

Eduardo Ohata e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    O candidato José Eduardo Mesquita Pimenta

    O candidato José Eduardo Mesquita Pimenta

A oposição definiu a candidatura de José Eduardo Mesquita Pimenta à presidência do São Paulo na eleição que será realizada em abril deste ano. A decisão foi tomada nesta quinta-feira à noite após encontro entre conselheiros que se colocam contra o atual mandatário e também candidato, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Ex-vice presidente e antigo aliado de Leco, Roberto Natel também vai disputar o pleito. Antes, havia sido cotada a chapa de oposição com José Roberto Ópice Blum. Porém, o advogado preferiu não concorrer ao cargo.

"Sou candidato, porque foi um pedido do meu grupo e o Blum desistiu. Somos a oposição que quer a reestruturação do São Paulo. Teve um apelo de outros são-paulinos para eu disputar. Queremos mudar a trajetória do clube. Ainda não sei precisar quantos grupos me apoiam", disse o ex-presidente, que conta com o aval de Blum.

"Eu apoio o Pimenta porque o São Paulo precisa de gente pensando no clube e com a experiência necessária para retomar a trajetória vencedora", afirmou Blum.

Pimenta foi presidente do São Paulo entre 1990 e 1994, no período em que o clube foi bicampeão do mundo e da Copa Libertadores (92 e 93) - sendo também integrante do Conselho Deliberativo desde 1966. No entanto, ele foi expulso do Conselho por supostamente ter negociado uma comissão na venda do atacante Mario Tilico, em 1991, após ter sido apresentada uma gravação. Anos mais tarde, Pimenta comprovou a inocência ao mostrar que houve montagem na fita que o incriminava.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos