Cabral, Eike...Bangu desafoga tensão da Lava Jato com efeito Loco Abreu

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

TV, jornais, internet... Nunca se falou tanto em Bangu como agora. Local onde se situa o presídio que tem abrigado presos midiáticos da operação Lava Jato, o bairro do subúrbio carioca tem sido constantemente citado no noticiário policial e carrega consigo, ainda que indiretamente, o ambiente pesado que já levou o ex-governador Sérgio Cabral e o empresário Eike Batista, por exemplo, para trás das grades.

A 6 quilômetros do Complexo Penitenciário, porém, há um local que tem trazido leveza ao morador banguense. Motivo de orgulho do bairro, o Bangu Atlético Clube, um dos mais tradicionais do Rio de Janeiro, vive o "efeito Loco Abreu".

O uruguaio, que se tornou ídolo do Botafogo, foi contratado para o Campeonato Carioca e é o principal motivo para o torcedor alvirrubro voltar ao simpático estádio de Moça Bonita.

Basta dar uma volta ao redor para constatar que a aposta no veterano de 40 anos deu certo. Nos camelôs, predominam as camisas de número 113, que o jogador veste e que são alusivas ao aniversário do clube.

Comerciante do local, Amauri da Silva conta que o uruguaio levantou suas vendas:

"Deu um levante. Muitos torcedores dos clubes que vêm enfrentar o Bangu, por exemplo, compram a camisa do Loco Abreu, porque é um cara conhecido mundialmente".

Bruno Braz / UOL Esporte
Camisas de Loco Abreu são vendidas aos montes na porta de Moça Bonita

Torcedor do Bangu e morador do bairro há mais de 40 anos, seu Leomir Pereira, de 72 anos, destacou a alegria que Loco Abreu trouxe ao local.

"Ultimamente só se falava desses canalhas da Lava Jato que estão vindo ficar presos aqui. O Loco Abreu trouxe de volta o orgulho de ser banguense", disse.

Funcionários da loja oficial do Bangu informaram à reportagem que mais de 350 camisas do uruguaio já foram comercializados, um número bem acima das vendas normais antes da chegada do jogador. Eles, porém, afirmaram que há um grande volume de compras na internet, muitos, inclusive, de fora do estado do Rio. Há uma considerável procura também dos botafoguenses.

Bruno Braz / UOL Esporte

Gol de número 400

Loco Abreu fez duas partidas até agora pelo Bangu e ainda não venceu. Ele empatou com a Portuguesa em 2 a 2 e perdeu para o Vasco por 3 a 1. O uruguaio, porém, demonstrou que seu faro de artilheiro continua afiado. Foram dois gols, sendo que contra o Cruzmaltino, anotou o de número 400 da carreira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos