Com facção criminosa perto do CT, Flu cogitou retomar treino em Laranjeiras

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Rodrigo Paradella/UOL

    Fluminense poderá voltar a ter treinos pontuais nas Laranjeiras, sede do clube

    Fluminense poderá voltar a ter treinos pontuais nas Laranjeiras, sede do clube

Embora não queira relacionar a medida ao clima de insegurança vivido em seu centro de treinamento, o Fluminense cogitou retomar alguns treinos para as Laranjeiras, sede do clube.

A informação, divulgada inicialmente pelo site "Netflu", foi confirmada por pessoas próximas à diretoria tricolor. O anúncio foi feito pelo vice-presidente do clube, Pedro Antônio, em reunião do Conselho Deliberativo na ultima quinta (2).

No discurso do vice, a atitude seria uma forma de reaproximar o time dos sócios, e que as atividades acontecerão somente de maneira pontual.

Atualmente, o gramado das Laranjeiras passa por um processo de recuperação para voltar a receber a equipe do técnico Abel Braga. De acordo com a previsão de Pedro Antônio a ideia era que o time voltasse a utilizar o local em meados de março.

Após a publicação da reportagem, o departamento de comunicação tricolor informou que o presidente Pedro Abad não pretende levar o treino de volta para as Laranjeiras. A diretoria ainda reforçou que está satisfeita com o atual CT - bem como o departamento de futebol - e que a sede social receberá apenas jogos das categorias de base.

Nesta quinta-feira, o UOL Esporte trouxe uma reportagem em que se destaca a ação de uma facção criminosa, o Comando Vermelho, no dia a dia do time tricolor no CT. Jogadores e funcionários são obrigados a cumprir um código de conduta no acesso ao local, que é vizinho à comunidade Cidade de Deus, uma das regiões mais perigosas do Rio de Janeiro.

Episódios preocupantes

O CT do Fluminense passou por alguns episódios preocupantes desde que foi inaugurado. Em dezembro, por exemplo, bandidos invadiram o centro de treinamento com a intenção de roubar materiais e acabaram trocando tiros com policiais. Dois seguranças do clube ficaram feridos. No início de janeiro, enquanto o Fluminense disputava um jogo-treino contra a equipe do Serra Macaense, tiros foram disparados nas proximidades. Jornalistas e funcionários chegaram a se esconder com medo dos projéteis.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos