Falcão diz que quase voltou para Fox e podia estar no avião da Chapecoense

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Duarte/SC Internacional

    O técnico Paulo Roberto Falcão

    O técnico Paulo Roberto Falcão

O ex-jogador Paulo Roberto Falcão, que já foi comentarista, disse que quase voltou a trabalhar na Fox Sports e poderia estar no avião da Chapecoense que caiu no dia 29 de novembro do ano passado e matou 71 pessoas próximo a Medellín, na Colômbia.

Entre as vítimas estavam jogadores e membros da delegação do clube catarinense e jornalistas que cobririam o jogo contra o Atlético Nacional, pela primeira partida da final da Copa Sul-Americana.

"Eu podia estar naquele avião. Eu fiz o Mundial (de 2014, no Brasil) na Fox e quase voltei para a Fox. E, seguramente, se eu estivesse na Fox, estaria com eles (no avião). Tanto que quem estava com eles era o Mário Sérgio, que morreu. Era um jogador extraordinário", disse Falcão em entrevista para o canal italiano San Marino RTV.

Ainda de acordo com o ex-jogador, que atuou por cinco anos na Roma, ele podia até mesmo ter sido treinador da Chapecoense.

"O Bolívar, que foi jogador meu (em 2011, no Internacional), queria saber se eu queria ir para a Chape, porque o treinador deles iria para o Bahia. Não sei porque não fui", afirmou Falcão, sem especificar a data de quando isso aconteceu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos