Federação Catarinense veta homenagem de time rival à Chapecoense

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL, em Chapecó

  • Daniel Fasolin/UOL

    Goleiro do Almirante Barroso entraria na Arena Condá com homenagem a Danilo

    Goleiro do Almirante Barroso entraria na Arena Condá com homenagem a Danilo

O Almirante Barroso, adversário da Chapecoense neste sábado (4), pela terceira rodada do Campeonato Catarinense, teve uma homenagem à Chape vetada pela Federação Catarinense de Futebol.

Os atletas do Almirante entrariam em campo vestindo uma camisa preta com escritos em verde, com o símbolo da Chape no peito. Mas barrou a homenagem sob alegação de que as camisas poderiam atrapalhar o andamento da partida.

Rodolfo Marques, supervisor do Almirante Barroso, disse que o veto foi recebido pelo clube com espanto.                    

"Ficamos espantados com a ação da Federação Catarinense. A Chape vai jogar de verde e eles falaram que os uniformes estariam muito parecidos. Mas tínhamos preparado essa homenagem há muito tempo e agora não poderemos levá-la a campo", afirmou Marques. 

A camisa que o goleiro do Almirante, Rodolfo, entraria no gramado da Arena Condá, aliás, estava grafada com o nome do goleiro Danilo, herói da Chapecoense no título da Copa Sul-Americana 2016 e um das vítimas do acidente aéreo que vitimou 71 pessoas em novembro passado na Colômbia. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos