Prefeito critica reação do Real em jogo adiado: "Absolutamente indevida"

Do UOL, em São Paulo

O prefeito de Vigo, Abel Caballero, não poupou críticas ao Real Madrid pela reação ao adiamento da partida contra o Celta no fim de semana devido ao temporal que caiu na região espanhola da Galícia.

Parte da cobertura do Estádio Balaídos foi arrancada pelos ventos fortes. O Real chegou a pressionar o Celta e "La Liga" para que a partida marcada para as 17h45 (de Brasília) deste domingo (5) fosse mantida, sem sucesso. O prefeito de Vigo chamou a postura do Real de "absolutamente indevida".

"Não entendo a discussão. O temporal foi muito forte. Não há necessidade de ser engenheiro. Havia risco real para a vida das pessoas. O Real Madrid teve uma reação absolutamente indevida", afirmou Caballero, que ainda cutucou os merengues.

"O Celta tem um calendário mais apertado que o Madrid. Estamos em três competições e eles em duas", acrescentou o prefeito de Vigo.

O Real Madrid lamentou a declaração do político com um comunicado publicado em seu site oficial. "As afirmações do prefeito (Abel Caballero) não só estão fora de lugar como são rotundamente falsas, porque o Real Madrid não questionou em nenhum momento as medidas de segurança estabelecidas no estádio de Balaídos", diz parte do texto.

Enquanto o Real foi eliminado da Copa do Rei e disputa o Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões, o Celta ainda está vivo na copa nacional, também joga "La Liga" e está na segunda fase da Liga Europa.

Confira o comunicado do Real Madrid na íntegra:

1. O Real Madrid C. F. lamenta as declarações pouco felizes do prefeito de Vigo, Abel Caballero, nas quais assegura que este clube depreciou as medidas de segurança exigidas para a realização do jogo Real Club Celta de Vigo-Real Madrid C. F.

2. Estas afirmações do prefeito não só estão fora de lugar como são rotundamente falsas, porque o Real Madrid C. F. não questionou em nenhum momento as medidas de segurança estabelecidas no estádio de Balaídos.

 

3. O Real Madrid C. F. quer deixar bem claro que depois de ser conhecida a possibilidade de o jogo ser suspenso, com mais de 30 horas de antecedência, propôs à Liga de Futebol Profissional três alternativas: primeira, que se estudasse a possibilidade de reparar a parte da cobertura danificada; segunda, a possibilidade de fecharem a bancada afetada; e terceira, se as duas anteriores não fossem possíveis, estudarem a designação de outro estádio próximo para a realização do jogo. Estas propostas procuravam evitar que a suspensão do jogo prejudicasse as quatro competições, pelo efeito dominó existente entre elas, assim como enormes prejuízos econômicos produzidos em todas as televisões do mundo e que terá repercussão nos próximos concursos da venda dos direitos televisivos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos