Real ameaça deixar Liga Espanhola para apoiar Supercopa da Europa

Do UOL, em São Paulo

  • EFE/Luca Piergiovanni

    Presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, criticou adiamento de jogo pela LaLiga

    Presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, criticou adiamento de jogo pela LaLiga

A diretoria do Real Madrid está inconformada com os rumos do Campeonato Espanhol e ameaça apoiar a criação da Supercopa da Europa. A informação foi apresentada nos principais jornais espanhóis. A reação raivosa da cúpula do time ocorreu após o adiamento da partida do time contra o Celta. O jogo aconteceria no domingo (5), mas foi cancelado devido ao forte temporal que caiu em Vigo.

No entendimento da diretoria do Real, a decisão de adiar foi exagerada. O clube entende que não a organização da Liga não consultou os dirigentes do Real, aumentando o descontentamento. O Real Madrid tentou a realização do duelo contra o Celta até horas antes do jogo, se comprometendo a arcar com possíveis danos na estrutura do estádio do rival por conta da forte chuva.

Paralelamente, a diretoria do time madridista voltou a manifestar intenção de aproveitar a temporada com um torneio que seria mais rentável. A Superliga da Europa é uma ideia que visa reunir os grandes clubes da Europa para competir pelo mundo, principalmente em países asiáticos. O torneio traria maior rentabilidade aos times, avalia o Real.

O adiamento da partida contra o Celta foi interpretado pelo Real como uma manobra de prejudicar o time na Liga. Sem jogar, o Real Madrid viu o Barcelona se aproximar na tabela.

O Real lidera com 46 pontos, um ponto a mais que o Barça (que tem duas partidas a mais). A aproximação gera pressão maior, crê a diretoria do time de Madri. Além disso, a cúpula do Real reclama que o calendário já está apertado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos