Vampeta provoca são-paulinos e promete ingresso barato contra o Corinthians

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

Vampeta não perdeu a oportunidade de brincar com os são-paulinos. Após a vitória sobre o time do Morumbi por 4 a 2, na vazia Arena Barueri, o presidente do Audax já começou a pensar na sequência do Campeonato Paulista. Ao contrário do jogo de estreia de Rogério Ceni como técnico, quando cobrou R$ 100 pelo ingresso mais barato, o ex-jogador pensou em fazer uma promoção para a quarta rodada do Campeonato Paulista, quando o time de Osasco encara o Corinthians, no dia 18 de fevereiro.

"Vou falar com o dono do clube (Mario Teixeira) para a gente colocar o ingresso a R$ 20 para comemorar o aniversário da cidade de Osasco. Por mim, até faria com a entrada grátis porque aqui o presidente é Corinthians", brincou Vampeta, que comemorou o triunfo sobre o São Paulo na abertura do estadual. "Começar o ano ganhando do São Paulo, não tem coisa melhor", completou o ex-jogador.

Por conta do preço de R$ 100, o torcedor são-paulino promoveu um boicote ao primeiro jogo da equipe no estadual. A ideia dos tricolores é prestigiar o time no próximo domingo, dia 12, contra a Ponte Preta, na estreia de Rogério Ceni como treinador no Morumbi. Porém, Vampeta não se mostrou muito preocupado com o público de apenas 2.219 pessoas na Arena Barueri.

"O preço era justo. O São Paulo ainda vai jogar outras partidas fora, quero ver quanto vão cobrar. Temos uma parceria com a prefeitura [de Barueri] e não pagamos o aluguel do estádio. O Audax não depende da renda do São Paulo. Eu prefiro manter o time na primeira divisão e contar com as cotas a ter uma renda alta ", afirmou o presidente do Audax, que não compareceu ao jogo deste domingo.

"Não fui porque trabalhei. Mas se estivesse de folga também não iria. Vai que eu vou e aparece algum são-paulino louco para me provocar e eu não levo desaforo para casa também", justificou o presidente.

Segundo os jogadores do São Paulo, a postura de Vampeta, o estádio vazio e o gramado seco da Arena Barueri não servem de explicação para a derrota da equipe por 4 a 2 na abertura do campeonato.

"Não cabe a mim falar disso [Vampeta e público], tenho de entrar em campo e fazer o meu trabalho. Agora, é pensar na próxima partida, na quinta-feira [contra o Moto Club, na Copa do Brasil]", disse o zagueiro Maicon. "O gramado estava ruim, mas isso não é desculpa. Acho que o time cansou um pouco. A gente fez o mais difícil, que era buscar o empate. Foi um descuido nosso. Mas tivemos coisas boas também, como muitas chances de gol. É trabalhar e erguer a cabeça", analisou o lateral direito Bruno.

5 Vezes em que Vampeta provocou o São Paulo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos