Meia retorna ao futebol, mas lamenta morte de irmão em tragédia da Chape

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Instagram

    Guilherme Biteco lamenta falta do irmão após seu retorno ao futebol

    Guilherme Biteco lamenta falta do irmão após seu retorno ao futebol

Guilherme Biteco passou por uma situação estranha no último domingo. Quase um ano afastado dos gramados por conta de uma lesão, o meio-campista participou da partida contra o Coritiba, em que o Paraná saiu derrotado, mas sentiu falta de um costume entre ele e o irmão, Matheus Biteco, que morreu no trágico acidente da Chapecoense em novembro do ano passado.

"Dia estranho para mim... Voltar a jogar depois de quase um ano e dia de lembrar que meu telefone não vai tocar após os jogos com você me dizendo o que fiz de certo e de errado", publicou Guilherme por meio de suas redes sociais.

Matheus e Guilherme começaram juntos nas categorias de base do Grêmio, onde atuaram juntos entre os anos de 2013 e 2014. Depois, Guilherme jogou no Vasco, Santa Cruz e Ceará até chegar no Paraná, enquanto o irmão foi emprestado para a Chapecoense no início de 2016.

"Estou em busca do nosso sonho, continua me guiando aí de cima. Te amo", completou Guilherme no Instagram.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos