Roger confirma Pratto diante do Joinville: "se nada diferente acontecer"

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Mesmo com o interesse do São Paulo, Roger deseja a permanência de Pratto no Atlético-MG

    Mesmo com o interesse do São Paulo, Roger deseja a permanência de Pratto no Atlético-MG

O São Paulo quer o atacante Lucas Pratto e por isso segue negociando com o Atlético-MG. Titular da equipe alvinegra nas duas últimas partidas, por Primeira Liga e Campeonato Mineiro, o argentino está confirmado para o jogo desta quinta-feira, contra o Joinville, pela competição independente organizada pelos clubes.

"A primeira equipe que iniciou atividade vai para a campo amanhã, se nada acontecer de diferente", comentou o treinador do Atlético, arrancando risos dos jornalistas presentes na Cidade do Galo.

O time que começou o treino nesta quinta-feira foi Giovanni, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Danilo e Cazares; Lucas Pratto e Fred. Portanto, pelo segundo jogo consecutivo, o Atlético vai ter Fred e Pratto. O desejo de Roger é contar com o argentino por mais tempo.

 

"Conto com ele para o jogo e conto com ele para a temporada inteira. Por enquanto são apenas especulações", disse Roger. Mas o comandante do Atlético, também falou da possibilidade em perder Lucas Pratto. Por enquanto, o centroavante segue nos planos normalmente, até que a diretoria comunique algo diferente.

"A possibilidade existe e temos de lidar com ela, mas ao mesmo tempo é trabalhar à parte dessas questões. Desde o começo do ano, saídas e chegadas, não só do Lucas, são comentadas. O certo é que nosso time tem muitos jogadores que o mercado busca. Tem sido bastante assediado. Como treinador, até o momento que o presidente (Daniel Nepomuceno) ou Maluf (Eduardo, diretor de futebol) falarem que não é para contar com ele, tenho que pensar a formação do time com ele. A partir de o momento que não ter mais, temos que pensar numa alternativa".

Durante a atividade, Lucas Pratto deixou o treino mais cedo, para a entrada de Otero. Ao invés de ir para o time reserva, o argentino foi treinar em outra parte, com o auxiliar técnico Diogo Giacomini. Algo que gerou algumas dúvidas, já que antes da atividade, Roger ficou um tempo conversando com Lucas Pratto.

"Estranho não. Com um grupo de 30 jogadores, não tem como fazer um trabalho em campo grande para todo mundo. Hoje foi trabalho de finalização com o Diogo, para não ficar treinando depois do treino", explicou Roger, que também comentou sobre a conversa com Lucas Pratto.

"Conversamos muitas coisas a respeito da profissão, como os objetivos do ano. Ouvi o Lucas sobre os objetivos pessoais no clube e na seleção. É um jogador que se entrega muita e o desempenho é excepcional, mesmo tendo a dúvida se vai ser titular ou não. Expliquei para ele que entendo os objetivos pessoais do atleta, já estive daquele lado. Mas não pode sobrepor os objetivos do clube. Disse que não gostaria de não contar com ele. Foi o que fez diferença para o Atlético no passado, com jogadores à altura para substituir quem estava fora".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos