Carne no café da manhã e apostas com Klopp. Os segredos de Lewandowski

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / CHRISTOF STACHE

Considerado um dos melhores atacantes do mundo nesta década, o polonês Robert Lewandowski precisou ser descoberto no Lech Poznan para ganhar a fama que tem no momento. Em entrevista ao "Daily Mail", o artilheiro do Bayern de Munique contou quais decisões fizeram toda diferença na carreira como jogador, da dieta a apostas com o técnico Jürgen Klopp.

"Ele (Klopp) é o cara que me deu confiança. Nos primeiros três ou quatro meses de treino, tínhamos esse jogo. Ele contra o atacante. Tinha uma aposta entre ele e eu. Nos primeiros, ele sempre vencia. Depois disso, não tanto! Toda vez depois, ele perdia! Ele não queria mais jogar! Eram 50 euros por jogo e no fim eu tive um saldo positivo. Mas eu vi pela primeira vez o quão importante era treinar", disse o atacante, que chegou ao Dortmund em 2010, quando completaria 21 anos.

O jogador recordou de quando quase assinou com o Blackburn, transação impedida pelas cinzas do vulcão islandês Eyjafjallajokull – aquele que causou um caos aéreo na Europa em 2010. Seu destino acabou sendo o Dortmund, onde Lewandowski se firmou como um dos grandes goleadores do continente, com ou sem a bola.

"Eu vi o que eu tenho que fazer em campo quando não tenho a bola. Você vê o Liverpool agora e como eles jogam pressionando. Isso é o que eu aprendi dele. Ele melhorou minha finalização. Quando eu cheguei ao Dortmund, ela não era tão boa. Ele me disse para melhorar. Ele me mostrou o que eu tinha que fazer", afirmou, elogiando ainda mais Klopp.

Outro fator que mudou sua carreira foi uma dieta mais regrada. Menos doces, nada de leite e mais alimentos nutritivos desde o café da manhã. Tudo isso para crescer fisicamente.

"Como um atacante, você está jogando contra defensores grandes. Eles tentam te empurrar. Eu tento jogar atrás deles e eu preciso de força. Eu sei que eu preciso ir para academia e treinar. Eu treino o tempo todo. Eu sei o que eu preciso e não é todo dia porque isso não é bom", declarou.

"Às vezes no café da manhã eu como careais, às vezes ovos, às vezes steak tartare. É melhor assim. Eu não tenho uma dieta estrita na qual eu preciso comer 100 gramas disso, 200 daquilo, mas antes eu tinha um problema com doces, então eu cortei-as completamente", completou.

Na atual temporada, Lewandowski é o vice-artilheiro do Campeonato Alemão com 15 gols marcados, dois a menos que Aubameyang. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos