Após investir R$ 130 mi, Leila Pereira quer agora a política do Palmeiras

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Cesar Greco/Fotoarena

    Leila Pereira é candidata a uma cadeira no Conselho Deliberativo do Palmeiras

    Leila Pereira é candidata a uma cadeira no Conselho Deliberativo do Palmeiras

O sábado (11) marcará dois importantes acontecimentos do Palmeiras. No início da manhã, Miguel Borja chega ao Brasil para reforçar o campeão brasileiro. Durante o dia, sócios votam para a eleição de 76 novos membros do Conselho Deliberativo do clube. O casal da Crefisa, Leila Pereira e José Roberto Lamacchia, concorre.

Enquanto Lamacchia optou por uma postura mais retraída na campanha – interlocutores afirmam que a candidatura saiu por conselho de Mustafá Contursi -, Leila Pereira investiu na campanha: jantar em um hotel de São Paulo, conta no Instagram e o aluguel de uma casa como comitê de campanha em frente ao Allianz Parque.

"O que eu gostaria muito é de ser eleita. Estou competindo com centenas de candidatos e estou trabalhando voto a voto. Sou candidata, sábado estarei no clube fazendo o último corpo a corpo com os eleitores. Se alguém aqui for sócio o meu número é 153 [risos]", disse Leila na última quarta-feira.

"Estou muito animada, quero contribuir ainda mais com o clube", acrescentou a candidata de número 153.

No entanto, o maior aporte ocorreu no futebol do Palmeiras. Somente em 2017, o grupo Crefisa/FAM investiu mais de R$ 130 milhões entre o novo contrato de patrocínio e contratações. Com os bônus previsto no acordo confirmado nesta semana, o apoio financeiro pode chegar a R$ 150 mi.

Somente em novos nomes e a compra de 50% restante de Dudu, a empresa de crédito gastou R$ 63,8 milhões no mercado de transferências. Neste ano, a Crefisa trouxe neste ano três nomes para Eduardo Baptista: Fabiano, Alejandro Guerra e, por último, Miguel Ángel Borja.

Toda a ajuda ao Palmeiras se une ao desejo de entrar na política do clube. Leila Pereira, agora cidadã paulistana graças à homenagem da vereadora Sandra Tadeu (DEM-SP), uniu-se à chapa 'Palmeiras Forte', a qual possui o ex-presidente Mustafá Contursi como uma das figuras mais importantes.

Embora ligada ao grupo político de Mustafá, Leila Pereira conta com o apoio de diversas alas palestrinas. O alto investimento da Crefisa é enxergado como fundamental para o clube, e a entrada da empresária no dia a dia político conta também com o apoio da escola de samba Mancha Verde.

Diante da expressividade alcançada pela ajuda ao time de futebol e bem relacionada com diversas alas do clube, Leila Pereira espera a recompensa pelo esforço dos últimos meses: ser eleita. O número 153 da candidata, segundo previsão de conselheiros, figurará com uma votação expressiva.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos