Conheça o estádio no Azerbaijão que briga para ter uma final da Champions

Do UOL, em São Paulo

O Azerbaijão pode ter dois anos de protagonismo no futebol europeu. Com alto investimento e um estádio novo, o país já está garantido como uma das sedes da Eurocopa-2020 e briga para receber a desejada final da Liga dos Campeões de 2019. O local para abrigar tudo isso já está pronto e em funcionamento. Chama-se Estádio Olímpico de Baku.

A nova arena tem capacidade para 68,7 mil pessoas e foi inaugurada em março de 2015, após 28 meses de construção. Estacionamento para três mil carros, 60 metros de altura divididos em seis andares e uma área VIP para quase mil pessoas são outros números do estádio localizado em Baku. É o maior do Azerbaijão e o principal símbolo do esforço do governo em se inserir no cenário esportivo da Europa.

O custo do estádio foi elevado: aproximadamente R$ 1,5 bilhão. Ele ficou pronto a três meses dos Jogos Europeus de 2015, uma nova competição oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI) que recebeu seis mil atletas de 20 países.

No total, o governo do Azerbaijão anunciou ter investido R$ 2,5 bilhões no projeto para receber esse evento esportivo, algo muito criticado por parte da população local. Obras para disfarçar a pobreza de Baku, pouco retorno financeiro e mau direcionamento de verba foram as críticas mais comuns.

Agora, o Azerbaijão se esforça para continuar recebendo grandes competições esportivas. A Eurocopa de 2020 já está garantida: Baku é uma das 13 sedes e abrigará três jogos da fase de grupos e um das quartas de final da 60ª edição do campeonato.

A próxima meta é ganhar a final da Liga dos Campeões de 2019. A única adversária de Baku é Madri, que se candidatou com o novo estádio do Atlético de Madri, ainda em construção. A decisão da Uefa será anunciada em setembro deste ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos