Climão no Santos. Presidente não aprova silêncio dos jogadores

Felipe Pereira e Marcello de Vico

Do UOL, em São Paulo

Os jogadores do Santos não conversaram com a imprensa depois da partida contra o Red Bull pelo Paulistão neste domingo. O presidente do time, Modesto Roma Júnior, disse que a decisão não foi comunicada à diretoria do clube e não concorda com a postura dos atletas.

"Não falaram com a presidência. Não aprovamos porque acho que precisamos ter uma postura profissional".

O presidente não confirma, mas os jogadores deixaram de falar com a imprensa em protesto contra a demissão do gerente de futebol Sergio Dimas. A saída teria relação com o esquecimento de inscrever a equipe na Libertadores.

O elenco gostava bastante do dirigente e não reagiu bem à decisão. Depois do treino na sexta-feira, os titulares do time se juntaram a Ricardo Oliveira, que treina separadamente para recuperar a forma física após se curar de caxumba para discutir a situação. Os jogadores contestam a demissão.

Neste domingo, os atletas seguiram direto para os vestiários depois da vitória polêmica contra o Red Bull. O gol da vitória veio aos 48 min do segundo tempo, com uma finalização de mão na qual a bola não teria cruzado a linha.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos