Goleiro do Red Bull diz que juiz pediu desculpas por gol polêmico do Santos

DO UOL, em São Paulo

O gol aos 48 minutos do segundo tempo que deu a vitória do Santos sobre o Reb Bull por 3 a 2 rendeu polêmica e muita reclamação porque a finalização teria sido com o braço e a bola não cruzou a linha do gol. Saulo, goleiro do Red Bull disse ao Premier que o juiz, Rafael Gomes Félix da Silva, pediu desculpas a ele pelo lance controverso.

"Fui falar com o juiz depois e ele pediu desculpas depois falando que não entrou".
 
A partida logo acabou e houve muita reclamação contra o árbitro. O goleiro Saulo continuou argumentando que um erro ao contrário dificilmente aconteceria. 
"Acredito que ele fez uma grande arbitragem, mas errou num lance crucial, que talvez, se fosse ao contrário, não marcaria. Ele não viu, quem validou foi o auxiliar."
 
William Magrão, jogador do Red Bull, também estava contrariado e reclamou bastante. Mas ele segurou as palavras na hora de falar com o Premier para evitar um gancho.
 
"Que que eu posso falar? Se falar alguma coisa, pode tomar suspensão. Vamos seguir que ele não vai voltar atrás".
 
O treinador do Red Bull, Alberto valentim, também reclamou e ressaltou que a equipe perdeu pontos com a situação. Ele acrescentou que vai conversar com a diretoria para saber se é possível fazer alguma coisa.
"Fica o sabor de indignação, de derrota injusta. Por vários motivos. Erro que nos tirou *um) ponto importante."

O elenco do Santos se reuniu no meio do gramado e evitou a imprensa. O time chegou a segunda vitória em dois jogos e lidera o grupo D do Paulistão. O jogo foi realizado no Pacaembu e foi bastante movimento. Somente no segundo tempo o Red Bull acertou três bolas na trave.

 
 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos