Apresentado, Pratto revela conselhos de Bauza para ir ao São Paulo

Do UOL, em São Paulo

Lucas Pratto foi, enfim, apresentado pelo São Paulo. Depois de comparecer ao Morumbi antes da goleada sobre a Ponte Preta no último domingo, o atacante argentino recebeu nesta segunda-feira (13) a camisa 14 das mãos do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e revelou conversas com Edgardo Bauza, ex-técnico tricolor e hoje na seleção argentina, antes do acerto.

"Obviamente estava em um clube muito bom, como era o Atlético-MG, mas a proposta do São Paulo me agradou muito, pela magnitude do clube, pelo projeto de conseguir títulos importantes... Por mais que não jogue Libertadores, vamos jogar a Copa Sul-Americana, Campeonato Brasileiro, que é importantíssimo... Também conversei com o Patón (Bauza) e a comissão técnica (da seleção argentina), que me deu muitas boas referências sobre o clube", revelou durante sua apresentação.

Pratto também fez questão de acalmar a ansiedade do torcedor são-paulino, que já esperava pelo atacante na próxima quarta-feira, no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro. 
 
"Acho difícil jogar quarta-feira por uma questão de documentação. Já tinha jogado dois jogos (pelo Atlético-MG), estou 100%, mas ainda não falei com o Rogério (Ceni) sobre quarta, já que ele já sabe que não poderá contar comigo. Agora tenho que colocar minha cabeça no lugar, me adaptar com meus companheiros e me preparar para mais para frente", completou.
 
"Os procedimentos legais não serão feitos antes de quarta-feira. Então já não contamos com ele. Quem sabe para o final de semana, com um bom número de torcedores e uma grande festa como fizemos ontem (domingo)", acrescentou Leco.
 
A última partida de Pratto foi na vitória do Atlético-MG por 3 a 0 sobre a Tombense, pelo Campeonato Mineiro. No Galo, o centroavante estava com o peso previsto para este início de temporada (cerca de 85 kg), participou de todos os treinamentos e seria titular contra o Joinville, na última quinta-feira (9), pela Primeira Liga.
 
BOM INVESTIMENTO?
 
"O investimento foi feito de forma pensada e calculada. Havia o desejo de ter o jogador há tempos e agora isso se materializou. Ganhamos um montante com a venda do David Neres, então o São Paulo está organizado. A contratação é para crescimento do nosso futebol. Equipe forte é necessária por todos os aspectos, dá alegria aos torcedores e o restante é consequência", disse Leco sobre a compra do jogador de 28 anos.
 
MERCADO FECHADO?
 
O presidente do São Paulo também foi perguntado sobre novos reforços, já que, ainda na semana passada, o lateral esquerdo Maxwell, do Paris Saint-Germain, foi especulado como uma possível contratação do clube.
 
"O mercado não está fechado, nunca está, possibilidades estão sempre abertas. A dinâmica da equipe pode pedir um novo investimento. Não existe nada programado agora, mas possibilidade sempre existe", completou.

PVC: Pratto é maior que Calleri?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos