Guardiola admite que Agüero pode deixar City e vê Gabriel Jesus "incrível"

Do UOL, em São Paulo

  • Darren Staples/Reuters

Apesar de querer a permanência de Sergio Agüero no elenco do Manchester City, o técnico Pep Guardiola admitiu que pode perder o atacante para a próxima temporada. Em entrevista com ampla repercussão na imprensa inglesa, o treinador explicou as razões pelas quais optou por deixar o argentino no banco de reservas e disse que não tem o controle do futuro de seus jogadores. Ele já é especulado em grandes clubes da Europa como o Real Madrid.

"No final da temporada eu não sei. Eu sei o quanto difícil é encontrar artilheiros de elite. Eu gostaria que ele ficasse, mas eu não sei o que vai acontecer. Mesmo na minha carreira eu não sabia o que iria acontecer no final da temporada. Eu fui claro toda vez que falamos com Sergio desde o início. Eu sei quais são seus pontos fortes", disse.

A ida de Agüero para o banco de reservas está diretamente relacionada ao ótimo começo de Gabriel Jesus no clube. Segundo Guardiola, o futebol apresentado pelo time na partida contra o Crystal Palace, há três semanas, fez ele rever seus conceitos em relação à formação ofensiva.

"Eu sei que ele (Agüero) está tentando. Eu sei o quanto ele lutou contra o Tottenham e quantas chances que ele teve. Mas contra o Crystal Palace vi três caras (Leroy, Gabriel e Raheem) da frente com uma alta intensidade e disse: 'Uau, eu gosto do que eles fazem. "Nos últimos jogos eu lhes dei continuidade. Meu conselho para os rapazes é: 'continuem assim - me mostrem de novo como vocês são bons'", explicou.

Guardiola ainda fez um elogio ao trio Leroy, Gabriel e Raheem, a quem vê atuando de forma incrível. E falou sobre a possibilidade de encaixar Agüero em um quarteto.

"Sergio conhece a intenção do seu gerente e do clube. Eu não quero vendê-lo. Eu quero que ele fique aqui por um longo tempo até que eu decida. A razão pela qual ele não jogou os dois últimos jogos são Porque Leroy, Gabriel e Raheem jogaram de forma incrível. Essa é a única razão pela qual. Se eu posso mudar o modelo e jogar com todos os quatro ... Mas eu sou um cara que gosta de jogar jogadores de meio-campo para ter mais controle. O que eu sinto agora é que se Leroy, Gabriel e Raheem não jogarem, então ele virá na sequência", explicou.

Juca Kfouri: Gabriel Jesus tem tudo pra ser o grande camisa 9 da seleção

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos