PM recua em decisão e avalia liberar o Independência para grandes jogos

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético-MG

    PM vai avaliar periculosidade do evento antes de liberar o Horto para grandes jogos

    PM vai avaliar periculosidade do evento antes de liberar o Horto para grandes jogos

O Comando de Policiamento Especializado da Polícia Militar de Minas Gerais voltou atrás em sua recente decisão de vetar o estádio Independência para grandes jogos. Há cerca de três semanas, a PM mineira elaborou um laudo mostrando que o Horto não teria condições de receber grandes jogos. O principal motivo seria a falta de segurança aos torcedores nas vias de acesso ao estádio. Porém, de acordo com o novo laudo, o estádio só será vetado em eventos que apresentem reais perigos à ordem pública.

A administradora da Arena Independência, além de Atlético-MG e América-MG, que mandam suas partidas no local, já receberam o novo documento. A partir de agora, a PM irá avaliar separadamente a periculosidade de cada jogo no local, independente de qual será o clube mandante na ocasião.

De acordo com o primeiro laudo, Atlético não poderia levar para o Independência as partidas contra sete adversários específicos: Cruzeiro, Corinthians, Flamengo, São Paulo, Internacional, Sport e Atlético-PR. Esses dois últimos, em função da ligação entre as respectivas organizadas com as torcidas do Cruzeiro. Por outro lado, jogos com Palmeiras e Vasco, clubes com "torcidas irmãs", estariam liberados. Ainda foi recomendado que o clube alvinegro optasse por mandar jogos de grande apelo na Libertadores no Mineirão.

Na atual edição da Libertadores, o Atlético ainda não informou o local onde disputará seus jogos em Belo Horizonte. Pelo grupo 6 da competição, o clube fará jogos contra o Libertad, do Paraguai, o Sport Boys, da Bolívia, e o Godoy Cruz, da Argentina.

Atlético pretende usar mais o Mineirão em 2017

Pelo orçamento financeiro do Atlético aprovado para a temporada 2017, a previsão é de disputar 15 partidas no Mineirão. O que seria um recorde desde a reforma do estádio. Em 2016, com dez jogos como mandante, foi o ano em que o clube alvinegro mais optou pelo Gigante da Pampulha. Neste ano, o primeiro compromisso no local já tem data definida. Neste domingo, a equipe deixará o Independência e fará o clássico contra o América-MG no Mineirão.

Desde a reinauguração do estádio, em fevereiro de 2013, o Atlético foi mandante em apenas 20 oportunidades no Mineirão. Número que cresceu bastante desde que Daniel Nepomuceno assumiu a presidência do clube, em dezembro de 2014. Desde então foram 15 jogos, contra apenas cinco nos dois anos em que o estádio esteve à disposição do Atlético com Alexandre Kalil na presidência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos