CBF demite coordenador do ouro olímpico; Micale também deve sair

Dassler Marques, Pedro Lopes e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo e no Rio de Janeiro

  • Lucas Figueiredo / MoWA Press

Contratado em fevereiro de 2015, o coordenador Erasmo Damiani deixou as divisões de base da CBF nesta terça-feira. O treinador Rogério Micale, que comandava a categoria, também deve ser substituído. 

Ex-Palmeiras, o profissional participou das campanhas do vice-campeonato do Mundial Sub-20 há dois anos e da conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos. Recentemente, Damiani havia recusado proposta do Cruzeiro. 

Pesou, para a demissão, a campanha ruim no Sul-Americano Sub-20 no mês passado, em que o Brasil ficou na quinta posição e perdeu vaga para o Mundial. A informação foi publicada pelo site Globoesporte e confirmada pelo UOL Esporte

Em Mônaco para a entrega do Prêmio Laureus, em que a seleção olímpica do Brasil concorre nesta terça-feira, o treinador Rogério Micale também pode ser demitido em função da campanha ruim no Sul-Americano.

O próprio Micale já tinha a intenção de trabalhar por um clube na categoria profissional desde a conquista dos Jogos do Rio de Janeiro e, sem vaga no Mundial, deixaria o cargo na volta ao país. 

As novas contratações a serem feitas pela CBF terão a participação direta do coordenador de seleções Edu Gaspar e do treinador Tite. 

Apesar da movimentação, a seleção brasileira sub-17 disputa o Sul-Americano da categoria a partir do dia 23, no Chile. 


* Colaboraram: Pedro Ivo Almeida e Pedro Lopes, do UOL

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos