Assediado por grandes europeus, Verratti diz que não quer deixar o PSG

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / FRANCK FIFE

    Volante afirma ter como meta colocar PSG entre os 3 melhores clubes do mundo

    Volante afirma ter como meta colocar PSG entre os 3 melhores clubes do mundo

Na última janela de transações internacionais, Marco Verratti esteve na mira da Juventus, Chelsea, Inter de Milão e Real Madrid. O assédio tem se repetido em outras fases de transferências. Mas o volante italiano informou que não pretende deixar o Paris Saint-Germain.

Presente na goleada do PSG contra o Barcelona, 4 a 0, em Paris, Verratti declara que pertence a um projeto grandioso do time francês e que irá até o fim.

"Estou encantado com interesses de grandes clubes, mas não quero sair", disse o italiano a Mediaset Premium.

"Sou parte de um grande projeto e queremos estar entre os três melhores times do mundo".

O jogador tem contrato com o PSG até 2021. A Juventus teria oferecido R$ 270 milhões para contratá-lo. O empresário de Verratti, Donato Di Campli diz que seu atleta não tem preço.

"Quanto custa Verratti? Um monte de barras de ouro. Mesmo assim poderia não ser suficiente. Eu acho que ele não tem preço, porque o PSG não quer vendê-lo".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos