Pancadaria em treino do Boca começou por discussão sobre forma de marcar

Do UOL, em São Paulo

A troca de socos entre o zagueiro Insaurralde e o lateral Jonathan Silva na última terça-feira (14), durante um treinamento do Boca Juniors, começou com uma discussão trivial sobre o modo de marcar da equipe. De acordo com o diário Olé, Insaurralde se descontrolou após uma resposta mais ríspida de Silva e partiu para cima do colega.

Insaurralde gritava para que Silva não subisse tanto a marcação e ficasse mais perto da zaga, para protegê-lo. O lateral rebateu dizendo que o time precisava marcar por pressão e disse um palavrão, o que enfureceu o zagueiro de 32 anos.

De acordo com o Olé, o técnico Guillermo Barros Schelotto foi quem mais se aborreceu com a troca de agressões entre os jogadores. "Saiam os dois! Que m... vocês acham que estão fazendo? Vão os dois à m..., e se não quiserem, não venham mais", gritou o treinador após a separação da briga.

De acordo com o jornal argentino, ainda não foi definido qual tipo de punição será dado aos jogadores. A publicação também afirma que a comissão técnica do Boca identificou Insaurralde como o principal culpado pela briga, já que ele foi o primeiro a partir para a agressão física.

Nesta quarta (15), outra polêmica envolveu um jogador do Boca: o meia Centurión, ex-São Paulo, foi filmado por uma câmera de segurança de um hotel aparentemente enfurecido e descontrolado, precisando ser contido à força por seus colegas de equipe.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos