Em súmula, juiz diz que advertiu Cueva por excesso na comemoração de gol

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

    Cueva em gesto visto como provocação por santistas

    Cueva em gesto visto como provocação por santistas

O árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araújo escreveu na súmula da partida entre São Paulo e Santos que advertiu o meia-atacante Cueva com cartão amarelo por "exceder-se na comemoração do gol". Ele ainda marcou o incidente como "conduta antidesportiva".

O lance ocorreu após o peruano empatar o jogo para o São Paulo na cobrança de pênalti aos 23 minutos. Após a conversão, Cueva comemorou colocando a mão na orelha, o que foi interpretado pelos jogadores santistas como provocação. Houve uma pequena confusão entre os jogadores dos dois times.

Além de Cueva, outros três jogadores do São Paulo foram advertidos com o cartão amarelo, todos no primeiro tempo por "calçar o adversário de maneira temerária": Cícero, Thiago Mendes e Neílton. Zeca, Rodrigão e Bruno Henrique foram advertidos pelo lado santista. Não houve expulsões no jogo, que terminou 3 a 1 a favor do São Paulo.

Reprodução
Na súmula, Vinicius Gonçalves Dias Araujo ainda informou que um chinelo foi arremessado em direção aos jogadores do São Paulo, e o torcedor foi identificado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos