Ex-jogador do United é barrado nos EUA por ter carimbo do Irã no passaporte

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO ADRIAN DENNIS

O atacante Dwight Yorke, que fez sucesso com o Manchester United na década de 90, foi impedido de entrar nos Estados Unidos para um voo de conexão para a Inglaterra pro ter um carimbo do Irã em seu passaporte.

Foi isso que noticiou Ricard Keys, apresentador do canal Bein Sports, em sua conta no Twitter.

Muito bem @realDonald, Dwight Yorke, embaixador do Man U teve negado seu acesso de trânsito em Miami porque ele tem um carimbo iraniano no passaporte.

Yorke, natural de Trinidad e Tobago, era um dos convidados para participar da transmissão na Inglaterra do duelo entre Manchester United e Saint-Etienne pela Liga Europa.

Há alguma semanas, o presidente Donald Trump emitiu um decreto impedindo a entrada  no país de cidadãos originários de sete países de maioria islâmica, incluindo o Irã. O veto acabou derrubado pela Justiça.

Entretanto, nada foi especificado de pessoas com carimbos destes países em seus passaportes.  

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos