Da Sérvia para Mirassol; saiba o que aconteceu com Edson Silva após o SP

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Vinicius de Paula/Agência Mirassol

    Edson Silva no Mirassol

    Edson Silva no Mirassol

A vida de Edson Silva mudou muito desde que ele deixou o São Paulo, no fim de 2015, até o retorno ao Morumbi, na partida deste sábado (18), às 19h30. Após quatro anos de Tricolor, o zagueiro viveu altos e baixos, com direito a calote na Sérvia, e liderança do Campeonato Paulista com a camisa do seu atual clube, o Mirassol.

"Fui para a Sérvia, fiquei pouco tempo lá. O clube [Estrela Vermelha] estava no meio da temporada e fomos campões da Liga da Sérvia. Mas aconteceram algumas coisas lá que me deixaram triste, não gostei e preferi voltar ao Brasil. Graças a Deus, estou feliz no Mirassol", disse Edson Silva, que não gosta muito de se lembrar do período na Europa.

"Na Sérvia, teve salário atrasado e problema de documentação da minha família que o clube não conseguia resolver. O psicológico começou a ficar lá embaixo. Mas tudo bem, o Mirassol abriu as portas e estou vivendo em um grupo muito bom. Não é por acaso que estamos na liderança do campeonato e fazendo bons jogos. É um clube que dá todas as condições de trabalho", elogiou o zagueiro.

Quando jogou no São Paulo, Edson Silva manteve boa relação com o ex-goleiro e hoje técnico Rogério Ceni. Por isso, o defensor acha estranho agora enfrentar o antigo companheiro.

"Nossa, há um ano eu estava jogando ao lado desse cara, e agora ele é treinador. São coisas que só o futebol proporciona. O sentimento é de alegria por ver o Rogério, com a sua história como jogador, ser técnico. Principalmente os jogadores de defesa vão torcer por ele, que tem um ótimo caráter e merece tudo de bom. Só espero que ele não monte uma boa estratégia como fez no clássico contra o Santos, mas vamos estar preparados", garantiu o defensor.

Pelo fato de conhecer bem o treinador e o elenco são-paulino, Edson Silva não vai deixar de passar informações ao técnico do Mirassol, Moisés Egert.

"A gente passa instrução. Mas estamos vendo os jogos do São Paulo. Contra o Santos, na quarta-feira, todo o elenco viu pela televisão. Temos os parâmetros e as características do time deles", disse Edson Silva.

Ser responsável por marcar Lucas Pratto em sua estreia com a camisa do Tricolor, não assusta o zagueiro, de 30 anos. "É um atacante com que temos de tomar cuidado, não por acaso está na seleção argentina. Precisamos de atenção para que a gente não seja surpreendido", disse o beque, que acredita na possibilidade de estragar a festa são-paulina.

"Se a gente não levar gol, principalmente do Lucas Pratto, melhor ainda. Vamos fazer de tudo sair com a vitória. Vamos encontrar o Morumbi cheio e sabemos da dificuldade, mas nada é impossível. Vamos impor o nosso ritmo", garantiu Edson Silva.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Paulista, 4ª rodada

Data: 18 de fevereiro
Horário: 19h30
Local: Morumbi
Ábitro: Leandro Bizzio Marinho
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Evandro de Melo Lima
São Paulo: Sidão; Buffarini (Bruno), Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero; Luiz Araújo, Cueva e Lucas Pratto (Gilberto). Técnico: Rogério Ceni
Mirassol: Vagner; Tony, Wallace, Edson Silva, Raul; Paulinho, William, Rodolfo, Xuxa; Zé Roberto, Wellinton Júnior. Técnico: Moisés Egert

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos