Luis Enrique diz não ligar para críticas, mas teme que goleada afete Barça

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Christian Hartmann

Pressionado após a derrota por 4 a 0 sofrida para o PSG nas oitavas de final da Liga dos Campeões, o técnico Luis Enrique disse não ligar para as críticas que tem recebido recentemente pelo seu trabalho no Barcelona.

"A verdade é que não escutei nada das declarações. Não escuto nada. Não me preocupa. São estes tipos de declarações que não tenho que comentar. O que me importa é o trabalho e ponto, há os que gostam e os que não gostam", disse sobre notícias de que o vestiário do Barcelona estava contra ele.

"As críticas me afetam em zero, porque se afetassem não poderia estar neste cargo. A primeira autocrítica quem faz somos nós. Há uma distância importante entre os outros e a minha pessoa", afirmou.

O técnico, porém, admitiu que uma derrota desta proporção pode ter efeitos no restante da temporada. Para avançar às quartas de final da Liga dos Campeões, o Barcelona precisará vencer por cinco ou mais gols de diferença no Camp Nou.  

"Sem nenhuma dúvida (pode afetar). É evidente que é uma derrota muito grande, mas não é algo que caiu do céu ou foi dado de presente. O rival foi superior e temos que aceitar. A partir de agora, é melhorar o desempenho. O resultado foi justo, inclusive poderia ser maior", completou.

De qualquer forma, Luis Enrique disse que a derrota não vai interferir sobre a sua decisão de continuar ou não no Barcelona. Com contrato até o final da temporada, ele ainda não sentou para discutir a renovação.

"A única coisa que está clara é que a minha decisão não tem nada a ver com o que vai acontecer nestes meses. Não influem uma partida ou dez. E não, não tenho uma decisão tomada", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos