"Empresário do momento" é rival de Guardiola e mora em ex-casa de Al Capone

João Henrique Marques

Do UOL, em Barcelona

  • Divulgação

O Manchester United pagou 110 milhões de euros (cerca de R$ 360 milhões) para contar com o francês Pogba. A transação mais cara da história do futebol tem boa parte do dinheiro destinado à Juventus, mas chama a atenção a comissão de 27 milhões de euros para Mino Raiola (aproximadamente R$ 90 milhões) - valor foi divulgado pelo clube italiano. O empresário italiano tornou-se o mais poderoso do futebol. A riqueza é ostentada com uma mansão que já foi do famoso mafioso americano, Al Capone.

No ramo do futebol atualmente, nenhum empresário é mais importante que Raiola. E ele atingiu o status mesmo superando rejeição de personagens importantes como o treinador catalão Josep Guardiola, com quem se desentendeu após a saída conturbada do Barça de um dos seus pupilos, o sueco Zlatan Ibrahimovic.

"Não gosto de Guardiola como homem. Gosto das pessoas com outro caráter. Todo mundo sabe o que aconteceu com Ibrahimovic no Barça. Não gosto dele como pessoa e ele arma as equipes de forma entediante. Ele não teria culhão para sentar comigo", disse o empresário em entrevista à rádio Cadena Cope, de Barcelona.

O empresário fez de Pogba o jogador mais caro do mundo e do Manchester United sua maior fonte de renda. Com o meia Mkhitaryan e o atacante Ibrahimovic foram mais 11 milhões de euros (cerca de R$ 36 milhões).

Na mesma janela de negociações - em agosto do ano passado, Raiola ainda se mexeu para colocar outro pupilo, o italiano Mario Balotelli, no Nice. O atacante, que já havia movido fortuna com transações para o Milan, Inter, Machester City e Liverpool, estava livre no mercado. O leilão entre os clubes interessados animou o empresário.

A mansão de Al Capone

Divulgação

Após o sucesso nas negociações, Raiola adquiriu uma luxuosa mansão no valor de 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 26 milhões), em Miami, nos Estados Unidos.  

No imóvel são sete quartos, piscina, uma varanda gigante e uma casa menor onde viviam os seguranças de Al Capone. O mafioso viveu no local entre 1928  até 1947, data da sua morte.

A origem de Raiola 

No início dos anos 90, Raiola, filho de imigrantes italianos na Holanda, herdou a pizzaria dos pais. Por lá se tornou dirigente de um pequeno clube holandês, o FC Haarlem, e desenvolveu o amor pelos negócios do futebol.

Raiola conseguiu rapidamente montar uma agenda de contatos e foi crescendo na carreira de empresário. Na Holanda, se juntou ao sueco Ibrahimovic, então jogador do Ajax em 2003. O que fez os negócios explodirem.

"Achei que era uma brincadeira o primeiro dia que me apresentaram ele (Raiola). Parecia que ele tinha saído da série Os Sopranos, com calças de caubói, camiseta Nike e uma pança enorme", descreve o gigante sueco em sua biografia "Eu, Zlatan".

Mas o excêntrico empresário, hoje de 50 anos, foi responsável por negociações de enorme sucesso nos últimos anos. A chegada do futuro Bola de Ouro Pavel Nedved à Juventus foi obra sua, assim como as várias bem-sucedidas indas e vindas europeias de Ibra (Juventus, Inter de Milão, Milan, Barcelona, PSG, Manchester United). O ápice veio em 2016, com a venda recorde de Pogba.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos