Piqué critica vaia da torcida e defende Luis Enrique: "Com ele até a morte"

Do UOL, em São Paulo

  • Juan Medina/Reuters

    Piqué criticou vaias da torcida do Barcelona

    Piqué criticou vaias da torcida do Barcelona

Um dos principais líderes do Barcelona, o zagueiro Gerard Piqué falou nesta segunda-feira (20) sobre a situação que o time e o treinador Luis Enrique atravessam atualmente. O técnico convive com críticas e especulações sobre seu futuro após a goleada sofrida para o PSG, por 4 a 0, nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

"Quando o treinador [Luis Enrique] chegou, estávamos na m... absoluta, e com ele ganhamos a tríplice coroa [na temporada 2014/15]. Eu gostaria que olhássemos para trás e víssemos todo o trabalho que ele fez conosco. Estamos com ele até a morte. Vamos passar todos juntos por esse momento", disse o camisa 3.

O zagueiro também disse que nada está perdido na Liga dos Campeões, mesmo com o Barça precisando devolver os quatro gols de diferença no Camp Nou. "Ainda estamos vivos em três competições, mesmo que na Champions esteja muito difícil. Mas já se viu coisas piores, e com esse time vamos tentar chegar à final".

Sobraram críticas até para a torcida do Barcelona, que tem vaiado a equipe no Camp Nou. Ele convocou os torcedores para comparecerem ao jogo de volta contra o PSG, em 8 de março, e acreditarem.

"Entendo o descontentamento da torcida, mas não estou de acordo com a forma com a qual ela se expressa. Este time e este treinador já ganharam oito títulos. Entendo que não exista memória, mas é difícil acreditar que seja tão curta", disparou.

"Que venham todos ao Camp Nou, que não fiquem em casa, porque se perderem a virada, aí sim é que vão ficar furiosos".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos