Após pênalti para SP, técnico do São Bento detona juiz: "Uma lambança"

Do UOL, em São Paulo

O técnico do São Bento, Paulo Roberto Santos, saiu revoltado com a arbitragem de Vinicius Furlan na noite desta terça-feira (21), no Morumbi. Após ser derrotado em um lance de pênalti no final da partida, o treinador detonou o juiz, classificando a atuação como uma "lambança".

"No final, aconteceu essa lambança que vocês viram, já está sendo repetitiva. Está na hora de parar com esse tipo de situação, quando, em um jogo de pequeno contra grande, nunca vemos o árbitro dar para o time pequeno em um lance duvidoso. O São Paulo não precisa disso. Está na hora de acabar com isso aí. Estou há três anos jogando o Paulistão e nunca vi o pequeno ganhar um lance duvidoso contra um grande", criticou durante entrevista coletiva.

"É lastimável este tipo de situação. Sempre que eu achar que tive um resultado ruim, que houve erro, falha, vou sempre falar. Não vou ficar calado. A diretoria até não gosta, mas não sou político, gosto de falar aquilo que acho. Já vi no vestiário o lance, que, para mim, foi normal. Fomos prejudicados", acrescentou.

O lance em questão aconteceu aos 40min do segunto tempo, quando a partida estava empatada por 2 a 2. Chavez foi puxado dentro da área por Pitty, e o árbitro assinalou pênalti. Cueva, cobrador oficial, colocou a bola debaixo do braço e selou o 3 a 2.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos