Modesto: Ricardo Oliveira ficou porque negócio com China não saiu a tempo

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Santos FC

Ricardo Oliveira não deixou o Santos rumo a China por questão de tempo e não deve mais ir para a liga asiática mais badalada do momento. A informação foi dada pelo presidente santista Modesto Roma, que analisou a chance de perder atletas para o futebol chinês em entrevista ao canal Esporte Interativo na segunda-feira (21). Além de lembrar a negociação frustrada do atacante, o dirigente mostrou confiança na renovação de Lucas Lima.

"Possibilidade sempre há (de vender alguém para China)", disse o cartola. "Não rejeitei (a proposta por Ricardo Oliveira). Não deu certo a negociação. O Ricardo estava a fim. Não deu tempo (de topar). Eles começam sempre lá embaixo. Quando chegaram nos 6 milhões de euro eu toparia, mas aí já não dava mais tempo, então não saiu o negócio. Pelo Ricardo não vem mais proposta, eu acho."

Sobre Lucas Lima, Modesto Roma mostrou segurança de que a China não é uma ameaça à permanência do meia. "O Lucas não vai para China, acho que está mais perto de renovar do que qualquer coisa", declarou.

O presidente santista também elogiou a Federação Paulista de Futebol (FPF), a quem ele considera bem organizada.

"Tem federação que é uma m... A FPF é organizada. O Paulista jogam os 16 clubes da A1, 16 da A2, 16 da A3, 180 e tantos na quarta divisão. Todo mundo quer organizar a A1. Quem vai organizar a Série B, que dá um prejuízo enorme e a federação tem que arcar? São os clubes da A1 que arcam. Ninguém vai fazer uma liga para organizar a Série B", analisou Modesto, que discutia a possibilidade da criação de uma liga para baratear gastos dos clubes do primeiro escalão do futebol nacional.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos