Torcida vai ao aeroporto e incentiva Atlético-PR antes de jogo decisivo

Napoleão de Almeida

De Curitiba, em colaboração para o UOL

Cerca de 200 atleticanos estiveram no lobby do Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, para deixar um incentivo final aos jogadores do Atlético-PR que embarcaram para o Paraguai em busca de uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores, contra o Deportivo Capiatá, na quarta-feira, 21h45. No jogo de ida, os paraguaios arrancaram um empate por 3 a 3 em Curitiba e têm a vantagem de uma igualdade por até dois gols para avançar. 

De acordo com o regulamento da Libertadores, a partida final deveria ser em Curitiba. Mas a Conmebol ignorou a própria normativa e marcou as partidas com mando invertido ao previsto. Se vencer a disputa, o time paranaense ficará com uma vaga no Grupo 4, ao lado de Flamengo, San Lorenzo (ARG) e Universidad Católica (CHI).

Os torcedores gritaram palavras de incentivo aos 20 atletas que seguiram ao país vizinho. A ausência foi Léo, lateral direito que está sendo utilizado como reserva na Libertadores, mas jogaria no domingo o clássico com o Coritiba que acabou cancelado. Segundo a assessoria do clube, o jogador sentiu uma lesão no treino de segunda-feira.

Entre os que viajaram, a dúvida está entre as participações de Carlos Alberto, Felipe Gedoz e Nikão entre os titulares.

A provável equipe que será levada a campo por Paulo Autuori terá Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidicley; Otávio, Lucho González e Carlos Alberto (Felipe Gedoz); Pablo, Nikão (Felipe Gedoz) e Grafite.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos