Borja recebe número de São Marcos e quer ganhar tudo no Palmeiras

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • José Edgar de Matos / UOL

    Borja recebeu a camisa 12 do Palmeiras neste sábado

    Borja recebeu a camisa 12 do Palmeiras neste sábado

A responsabilidade aumentou. Fora o fato de ser tratado como a principal atração do Palmeiras para 2017, Miguel Ángel Borja ainda recebeu a honra de vestir a camisa de 'São Marcos'. Na manhã deste sábado, horas antes da partida contra a Ferroviária, o colombiano foi apresentado com o número 12 e mostrou logo na primeira declaração o objetivo para a temporada: ganhar tudo.

"A verdade é que estou contente de estar neste clube excelente, um time tão grande. É um sonho estar aqui; espero ter o respaldo dos meus companheiros, da comissão técnica e da torcida para conseguir o objetivo que todos queremos: ganhar tudo", afirmou o atacante colombiano.

Apresentado às pressas, horas antes da possível estreia contra a Ferroviária, em duelo pelo Campeonato Paulista, Borja contou com a presença do filho, Samuel, no evento. O menino de três anos foi 'decisivo' para a negociação ao pedir ao pai para vir ao Brasil e defender o atual campeão nacional.

O filho Samuel, uma das grandes atrações do cerimonial, participou da gravação de um vídeo gravado em meio às negociações e enviado a diretores palmeirenses,no qual o pequeno garoto pedia ao pai defender o clube alviverde.

José Edgar de Matos / UOL
Filho de Borja acompanhou o pai na apresentação no Palmeiras

"Ele queria vir ao Brasil; não sei se era porque fazia gols quando vinha, ou porque ele via pela televisão. Foi importante, como foi a decisão da minha esposa também. Tinha outras opções, como a Europa, mas não concretizou. Sem dúvidas, chegar ao Palmeiras é uma benção", discursou.

O número escolhido para Borja é simbólico. O 12 notabilizado por São Marcos (foi aposentado pelo Palmeiras em homenagem ao goleiro) era utilizado apenas em competições como a Libertadores - no torneio sul-americano, numeração é limitada - e por atletas de linha. No ano passado, na mesma competição, Gabriel Jesus vestiu esta camisa.

"É um número histórico. Um goleiro como Marcos, que criou uma grande história aqui no Palmeiras, que ganhou títulos. Depois teve o Gabriel Jesus, e conseguiu coisas também. É um número abençoado e sou um afortunado de usar este número", acrescentou.

Pronto para a estreia

De acordo com o planejamento de Eduardo Baptista, Borja deve entrar apenas no segundo tempo diante da Ferroviária, neste sábado de Carnaval. O jogador, mesmo sem trabalhar por dois dias na semana (quarta e quinta-feira), se disse pronto para debutar com a camisa alviverde.

"Sinto-me muito bem, em plena condição para estar à disposição. Se ele me colocar 30, 20, 15 minutos, vou estar com o maior gosto para fazer o que sei", disse o jogador, que já sabe como irá comemorar se balançar a rede diante do rival de Araraquara.

"Eu e Mina estamos preparando uma nova [dança], diferente da que o Mina faz, porque ele já fez vários gols e a dança muitas vezes. Vamos fazer uma celebração nova agora [risos]", brincou a grande contratação do Palmeiras para a temporada 2017.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos