Walter agride colega, é afastado de jogo e tem futuro em xeque no Goiás

Fábio Aleixo e Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

  • Rosiron Rodrigues/Divulgação

Walter foi afastado do Goiás para a partida que a equipe realizará neste sábado contra o Rio Verde, às 16h, pelo Campeonato Goiano. O atacante agrediu o goleiro da base Matheus durante treino da sexta-feira (24) e foi cortado da concentração. Ele estava em Rio Verde e foi obrigado a retornar para Goiânia pelo presidente do clube, Sergio Rassi.

Em uma disputa de bola no treino da sexta-feira em Goiânia, Walter foi para uma divida com Matheus e o acertou com uma cotovelada. Harlei Menezes, diretor de futebol do Goiás, contou como o fato aconteceu ao UOL Esporte

"Foi uma discussão de treinamento, eles estavam treinando e o goleiro Matheus e o Walter estavam no mesmo time. O Matheus tomou um gol e o Walter reclamou. Os dois trocaram xingamentos na hora. Depois, o Walter passou para o outro time e na primeira oportunidade que teve ele acertou o atleta, bem totalmente fora do nosso padrão. Isso não é aceito em hipótese alguma", disse Harlei. 

Matheus desmaiou com a agressão, precisou ser levado ao hospital e agora ficará em observação por sete dias. 

Harlei disse que Walter admitiu que agrediu o goleiro de forma proposital. Um pouco antes da cotovelada os dois tiveram uma discussão. "Fui eu que comuniquei o atleta (Walter sobre o afastamento), ele disse que fez de propósito e que faria novamente, não se mostrou arrependido em momento algum", comentou o diretor. 

Para o dirigente, a reintegração de Walter ao grupo é difícil. "Ele tem contrato até o final do ano 31 de dezembro de 2017, existe uma possibilidade de rescisão contratual, porém na verdade. É um fato muito difícil pela proporção que tomou dentro do grupo. O elenco está muito chateado, porque o Matheus é  um menino muito querido por todos. É difícil a reintegração do Walter dentro do grupo", ressaltou. 

O departamento jurídico do clube já está ciente do caso e dentro dos próximos dias Sergio Rassi definirá o futuro do atleta.

Confira a nota oficial do Goiás

"Quando tomou conhecimento dos fatos ocorridos no treinamento de sexta-feira, envolvendo o atacante Walter e o goleiro Matheus, a presidência do clube determinou que Walter retornasse  à Goiânia. Em seu lugar a comissão técnica convocou Aylon, que já se juntou a delegação em Rio Verde"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos