Dorival defende Donizete e Longuine e fala em paciência com contestados

Do UOL, em São Paulo

A vitória sobre o Botafogo-SP no último sábado serviu como oportunidade para o técnico do Santos defender jogadores contestados pela torcida neste início de temporada. Questionado sobre o desempenho de Leandro Donizete e de Rafael Longuine, Dorival Júnior afirmou que mantém a confiança de que ambos os atletas serão úteis ao grupo durante 2017.

Contratado na virada de ano, Leandro Donizete foi titular na vitória por 2 a 0 em casa, válida pelo Campeonato Paulista. O ex-jogador do Atlético-MG voltou a figurar no time em razão do afastamento do titular Renato, que se recupera de lesão.

Ligado ao mesmo empresário de Dorival Júnior, Leandro Donizete é um dos reforços do ano que mais atraem desconfiança. No entanto, o treinador santista diz que espera pela ascensão do volante.

"O Leandro está no mesmo nível dos outros jogadores que chegaram. Aos poucos ele vai entrando e indo atrás de sua melhor condição. Ele teve que jogar de repente e enfrentou a situação de peito aberto, por causa saída do Renato. Ele não tem que provar nada para ninguém. Daqui a pouco vão ver o quanto esse rapaz vai ser importante para o nosso time. Apesar de uma dificuldade inicial, ele vai comprovar em campo, não tenho dúvidas. Em campo vai responder a essa desconfiança generalizada", comentou Dorival Júnior após a vitória de sábado.

Outro nome que não desfruta de 100% de confiança juntos aos torcedores é Rafael Longuine. No entanto, meia que chegou à Vila Belmiro em 2015 entrou bem na vitória sobre o Botafogo-SP. O reserva foi a campo nos minutos finais e conseguiu marcar o segundo gol do triunfo santista.

Mais de uma vez, Longuine foi assediado por outros clubes brasileiros para deixar o Santos. As sondagens voltaram a acontecer na virada de ano. No entanto, mesmo após o aproveitamento limitado na última temporada, Dorival Júnior fez questão de segurar o meia em seu elenco. O treinador diz seguir acreditando no potencial do ex-jogador do Audax.

"O Rafael sempre foi muito útil quando entrou. Jogando comigo sempre produziu muito bem. Ele aguardou a sua vez e entrou bem, teve a felicidade de fazer o gol, que nos deu a tranquilidade no placar", analisou o treinador santista.

Após a vitória sobre o Botafogo de Ribeirão Preto neste sábado, o Santos volta a entrar em campo no próximo sábado, quando visita o Corinthians em Itaquera, pelo Campeonato Paulista. 

Ivan Storti/Santos FC
Rafael Longuine comemora gol do Santos contra o Botafogo-SP na Vila Belmiro

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos