Micale revela mágoa com Tite após demissão: "Não recebi nenhuma ligação"

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Dolores Ochoa

Demitido na última semana pela CBF após não classificar a seleção sub-20 para o Mundial ao ficar em quinto no hexagonal final do Sul-Americano, o técnico Rogério Micale revelou uma certa mágoa com Tite.

O comandante do Brasil na conquista da medalha de ouro na Olimpíada do Rio afirmou que houve um distanciamento do técnico da seleção principal. Segundo Micale, diferentemente do que aconteceu nos Jogos, Tite não esteve presente em nenhum jogo. E também não o contatou após a demissão.

"Eu não recebi nenhuma ligação nem, do Tite, nem do Edu (Gaspar). Seria bacana se houvesse comunicação, até pelo lado humano. Não tenho explicação para dizer porque não ligar. Não sei o que dizer. Não sei o que está acontecendo", afirmou em entrevista ao Esporte Espetacular.

Micale acredita que foi pego de bode expiatório pelo fracasso da seleção sub-20.

"A vitória tem muitos pais, o fracasso. A derrota é órfã. Então, estou vivendo isso", afirmou.

"Não se permite erro. Porque não se permite erro, temos de mandar muita gente embora também", disse.

O treinador afirmou também que recebeu uma ligação de apoio de Neymar.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos