Dia D? Renato tenta intervir por renovação de Pedro Rocha

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Pedro Vilela/Getty Images

    Renato Gaúcho vira pivô de possível renovação de contrato de Pedro Rocha

    Renato Gaúcho vira pivô de possível renovação de contrato de Pedro Rocha

A reapresentação dos jogadores do Grêmio nesta terça-feira (28) deve ser o 'dia D' para renovação de contrato de Pedro Rocha. O herói do título da Copa do Brasil, autor de dois gols no jogo de ida contra o Atlético-MG na final, negocia desde o ano passado uma prorrogação de vínculo com o Tricolor sem sucesso. Será a intervenção do técnico Renato Gaúcho a última arma de ambos os lados para que a permanência possa acontecer. Caso contrário ele pode até ser afastado do elenco principal. 

Sob a ótica do Grêmio, o contrato apresentado é muito bom. Tem ampliação salarial, uma progressão de aumentos, bônus por protagonismo e até convocação para seleção brasileira. O clube já acordou e desacordou com a estafe do jogador ao menos duas vezes as bases para o acordo. Mas mudanças no momento da assinatura vetaram que fosse tudo definido. 
 
O clube já se mostra desconfortável. Tanto que definiu prazo para conclusão ou não do acerto. Se Rocha não renovar até o início de março, ou seja, quarta-feira, deixará os treinamentos do time principal e passará a fazer parte do time de transição, a exemplo do que ocorreu com Marcelo Hermes no ano passado.
 
Já no lado oposto da mesa, a forma de pagamento das luvas previstas em contrato ainda é empecilho. O valor não é alto no universo de um clube de futebol, é aproximadamente R$ 600 mil, divididos em 15 parcelas. O Grêmio gostaria de efetivar as luvas só em caso de venda, o atleta pretende fixar os pagamentos a partir da assinatura de contrato e quer uma cláusula que preveja multa em caso de atraso. Para evitar que o clube não pague o valor mensalmente. 
 
Pedro já disse a seu empresário mais de uma vez que pretende ficar no Grêmio. Nem sequer quis ouvir uma proposta do futebol alemão que foi oferecida no começo do ano, evitou pensar em sondagens de qualquer clube brasileiro. Mas depende deste acordo para seguir atuando. 
 

Renato Gaúcho vai centralizar ações

 
Renato Gaúcho avisou na última semana que nesta terça terá uma 'conversa séria' com Pedro Rocha. Enquanto a direção do Grêmio acredita que o técnico possa persuadir o jogador a esquecer as divergências e assinar contrato apenas na intenção de jogar, a estafe do atleta está crente que o ex-camisa 7 irá entender as preocupações de seu atleta e pressionará os cartolas. 
 
Com vínculo até o fim do ano e 70% dos direitos pertencentes ao Grêmio, que tem prioridade na compra dos outros 30% do Diadema, Pedro é um dos vencimentos mais baixos do atual elenco. Ganha R$ 25 mil por mês. O aumento colocaria ele em patamar de titularidade, mas ainda muito distante dos maiores vencimentos do grupo. Ficaria próximo de R$ 100 mil. 
 
O desejo do atleta é efetivar a compra do carro que tem, comprado em 2008 e parcelado em 60 vezes. Além de realizar o sonho de comprar uma casa para sua mãe. Ele sustenta praticamente toda família, natural do Espírito Santo. Mas tudo depende do que ocorrer nesta terça. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos