"Melhor não alimentar esperança", diz Flamengo sobre final no Maracanã

Do UOL, em São Paulo

  • Rodrigo Coca / Flamengo

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, afirmou não acreditar que a final da Taça Guanabara no próximo domingo contra o Fluminense seja realizada no Maracanã.

O clube rubro-negro só pretende atuar lá na quarta-feira da próxima semana na estreia da Copa Libertadores, contra o San Lorenzo. A partida já está confirmada no estádio.
 
"É muito difícil. Melhor não alimentar esperança. Estamos trabalhando sério para que façamos bela festa na quarta-feira. O Fla-Flu de domingo é muito difícil. Não existe ainda nem aprovação de autoridades policiais. Vamos trabalhar com o Fla-Flu em outro lugar", disse o presidente em entrevista ao Fox Sports.
 
Para Bandeira de Mello, a melhor alternativa para a realização do clássico é o Engenhão, com torcida mista, algo que está proibido na cidade do Rio de Janeiro no momento.
 
"O regulamento fala em Maracanã e se o Maracanã não estiver disponível a opção seria o Engenhão e estamos trabalhando com esta hipótese. Flamengo e Fluminense estão em contato permanente. Queremos que o Fla-Flu seja com torcida mista. Acho que nunca aconteceu um jogo assim com torcida única e espero que nunca aconteça. Amanhã (quarta) tem reunião na Federação e na quinta talvez tenhamos uma com o juiz e o promotor", explicou o presidente.
 
"Tendo Flamengo x Vasco (em Volta Redonda) transcorrido sem nenhuma problema, acho que o juiz pode considerar torcida mista para este jogo. E que não seja apenas para este jogo, mas para todos", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos