Investidor chinês quer levar dupla do Real para o Milan, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Andrea Comas

    Morata fez sucesso na Juventus. Milan teme que atacante volte ao time de Turim

    Morata fez sucesso na Juventus. Milan teme que atacante volte ao time de Turim

O grupo chinês que comprou o Milan tem duas prioridades de contratação para o meio do ano: o meio-campista Isco e o atacante Morata, ambos do Real Madrid. Segundo o jornal As, o empresário Yonghong Li havia se comprometido a investir 150 milhões de euros (R$ 492 milhões) em reforços para a próxima janela.

Os controladores do Milan querem aproveitar o descontentamento de Isco e Morata com o Real para sacramentar as transações. Os dois jogadores já reclamaram pelo fato de não ter vagas entre os titulares do clube espanhol. Isco declarou que analisará propostas no meio do ano.

Morata tem atenção especial dos donos do Milan. Isso porque o atacante fez sucesso na rival Juventus e tem seu nome ligado a um possível retorno ao time de Turim. A contratação de Morata para o Milan venceria queda de braço com a Juventus.

O Sino-Europe Changxing Sports Investment firmou acordo com o Milan. Nos três primeiros anos de contrato, o grupo asiático desembolsará 350 milhões de euros (R$ 1,148 bilhão) em novos jogadores.

Caso não seja viabilizada as contratações de Isco e Morata, o Milan tem como alternativas os atacantes Sergio Aguero e Alexis Sanchez.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos