Apoiado por decisão da CBF que rebate Fifa, Palmeiras veta Luan de jogo

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Cesar Greco/Ag Palmeiras

    Luan em ação com a camisa do Palmeiras em treino da temporada passada

    Luan em ação com a camisa do Palmeiras em treino da temporada passada

O Red Bull Brasil não poderá contar com o atacante Luan na partida contra o Palmeiras nesta sexta-feira, em Campinas. Apoiado por decisão da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), o clube alviverde vetou a participação do atleta, que pertence aos palmeirenses e foi emprestado ao rival há quase um mês.

No mês passado, a CBF retirou do seu Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas de Futebol texto que impedia que um jogador emprestado fosse proibido de atuar contra o time que o cedeu, rebatendo a Fifa.

Com isso, um clube pode novamente colocar no contrato de empréstimo que o atleta que está cedendo não pode enfrentá-lo, o que acontecia com frequência até 2015 – Alexandre Pato, por exemplo, não pôde enfrentar o Corinthians quando esteve emprestado ao São Paulo, entre 2014 e 2015. Há dois anos a confederação instituiu em sua regulamentação a proibição da cláusula restritiva nos empréstimos.
 
Sem espaço no Palmeiras, Luan foi emprestado ao Red Bull até o fim do Campeonato Paulista. Caso o time opte por escalar o atleta, terá de pagar uma multa ao Palmeiras - o valor não foi confirmado pelo clube alviverde. A partida entre os times é válida pela sétima rodada do Paulistão e terá início às 21h05 desta sexta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos