Hulk destaca ascensão do futebol na China e quer desbancar time de Felipão

Do UOL, em São Paulo

  • ST/AFP Photo

    Hulk em ação com a camisa do Shanghai SIPG

    Hulk em ação com a camisa do Shanghai SIPG

Hulk chegou ao futebol da China no ano passado. Uma lesão no joelho atrapalhou seu começo no Shanghai SIPG. Recuperado, o atacante quer justificar sua contratação e planeja destronar o Guangzhou Evergrande, hexacampeão local.

Contra a dinastia do Guangzhou, o Shangai SIPG trouxe Hulk, Oscar e Elkeson.

Treinado por Luiz Felipe Scolari, o Ghangzhou conseguiu os principais títulos asiáticos recentes e reúne os brasileiros Paulinho e Ricardo Goulart.

"Se tivesse que apostar, seria no nosso time. A gente está com muita vontade e, conhecendo o Villas-Boas [treinador] como eu conheço, sei que é um treinador que quer muito ganhar, que quer melhorar sempre, que trabalha muito, que cobra mais empenho dos jogadores para buscar um crescimento. Estamos demonstrando evolução nos jogos e, por isso, aposto no nosso time", disse Hulk ao Estado de S. Paulo.

Hulk reprovou a decisão de limitar para três o número de estrangeiros em campo no futebol da China. Asiático não chinês também é considerado estrangeiro. Segundo o atacante, a presença de extra comunitários fortaleceria os torneios locais. Mesmo assim, o atacante brasileiro conta que os chineses dão sinais de evolução no esporte.

"Quando os chineses colocam uma coisa na cabeça eles fazem de tudo para realizar. Não sei se podemos comparar com os europeus, mas é um campeonato que está crescendo todos os anos".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos