Atacante polêmico do Santos ganha nova chance após sumiço de 3 meses

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    Após contrato suspenso, atacante Diogo Vitor é reintegrado ao time B do Santos

    Após contrato suspenso, atacante Diogo Vitor é reintegrado ao time B do Santos

O atacante Diogo Vitor foi reintegrado ao time B do Santos após três meses de sumiço. O atleta, que coleciona sumiços e polêmicas, teve seu contrato suspenso e, por isso, não recebeu salários no período em que esteve sumido do clube paulista.

Diogo Vitor não era visto na Vila Belmiro ou CT Rei Pelé desde novembro do ano passado, quando sofreu uma lesão após uma partida pelo sub-20.

O Santos optou por não rescindir o contrato do atacante, que termina em março de 2018. Legalmente, o clube poderia ter rescindido o contrato de Diogo Vitor, alegando abandono de emprego, mas não será esta a decisão a ser tomada pelo clube.

Entende-se o motivo de o Santos não querer a rescisão: além de o caso parar na Justiça, já que o jogador provavelmente não teria a quantia da multa, o clube ainda perderia uma de suas principais promessas da atualidade.

O polêmico histórico da joia santista

Diogo Vitor coleciona polêmicas tanto no time B do Santos como no principal, comandado por Dorival Júnior. Somente no período com o sub-23 foram dois sumiços, com direito a punição salarial e suspensões. Em uma delas, Diogo Vitor alegou conjuntivite, mas não se apresentou ao departamento médico. Na equipe principal, ele sumiu uma vez e foi dispensado por Dorival Júnior. Antes disso, ele já colecionava problemas nas categorias de base.

Em um de seus sumiços no Santos, no ano passado, Diogo Vitor alegou que a sua avó, Maria Luzia, havia morrido para se justificar. A cúpula santista ficou sensibilizada com o fato e ligou na casa do jogador, mas se surpreendeu mais uma vez, já que a própria avó atendeu a ligação. Dona Maria diz que ficou surpresa com a história e não sabe dizer se o neto faltou com a verdade ou se cometeu um engano, pois quem morreu foi a bisavó do atleta.

Diogo arrumou confusões e teve até que voltar a sua cidade Natal, em Coqueiral-MG. Em abril de 2016, ainda em Minas Gerais, na cidade de Santana da Vargem, o atacante se envolveu em um acidente na madrugada. Ele estava em uma caminhonete que bateu em uma parede, mas ninguém se feriu.

A revelação santista seria apresentada ao torcedor na Copa São Paulo do ano passado, mas sumiu e não participou da competição. Diogo alegou dor de dente e ainda rejeitou o tratamento do clube. A situação parecia melhorar quando ele se reapresentou e até marcou gol pelo time B na Copa Paulista, mas ele voltou a sumir e não dá as caras desde novembro.

Em contrapartida, a qualidade técnica do "prata da casa" sempre foi elogiada. O atacante só permaneceu no clube após sequência de polêmicas, incluindo sumiços, devido a sua condição técnica.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos