Líder da 2ª divisão alemã dispensa jogador que foi hospitalizado após briga

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

O Stuttgart anunciou nesta sexta-feira (3) a rescisão do contrato do meia-atacante Kevin Grosskreutz, campeão do mundo em 2014 com a Alemanha. A decisão foi tomada após o jogador se envolver em uma briga na madrugada de segunda para terça-feira desta semana que resultou na hospitalização do atleta.

O clube alemão disse ter analisado "extensamente" o incidente e disse estar aliviado que o atleta não sofreu sequelas a longo prazo por conta da briga. No entanto, disse que o caso não poderia passar em branco.

"Jogadores do time principal tem uma função particular de modelos para todo o clube, acima de tudo para os jovens atletas", explicou o diretor esportivo Jan Schindelmeiser, em comunicado publicado no site do Stuttgart.

Em uma reunião entre clube e jogador, chegou-se a um acordo mútuo do fim do contrato de Grosskreutz, que admitiu o comportamento inadequado.

"Eu cometi um erro e me desculpei por isso. Aceito as consequências e lamento que meu tempo no Stuttgart tenha terminado desta forma. Gostaria de agradecer ao time, aos funcionários e em especial à torcida, que me deu grande apoio nos últimos dias", disse o atleta.

O técnico do clube, Hannes Wolf, disse que o fim da parceria com o atleta é um "passo lógico considerando os eventos que ocorreram".

O Stuttgart é o líder da segunda divisão alemã, com 47 pontos, cinco a mais que o Hannover, segundo colocado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos