Seleções e CBF desfalcam times, mas os clubes "estão alegres"

Do UOL, em São Paulo

A convocação da seleção brasileira para os jogos contra Uruguai, no dia 23 de março, e Paraguai, no dia 28, pelas Eliminatórias da Copa de 2018, mexeu com os elencos de clubes brasileiros. Dos 23 chamados por Tite, quatro jogam em times do país. Além disso, outras equipes ainda cederão atletas a seleções estrangeiras.

O sentimento dos clubes, porém, não é de insatisfação. O UOL Esporte perguntou a cinco times como eles receberam as convocações de seus jogadores. O fato de a temporada não estar em um momento decisivo pesou para que a avaliação geral fosse positiva. Confira:

Corinthians

Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

O Corinthians teve Fagner convocado pela seleção brasileira e também pode perder os paraguaios Balbuena e Romero - a convocação sai dia 8 de março. Os convocados serão desfalque no clássico contra o São Paulo, no dia 26, mas o diretor Flávio Adauto minimizou a perda. "[Vemos] Com alegria. Fará bem ao Fagner, que voltará ainda mais feliz. O Corinthians tem um elenco bom e quem substituí-lo dará conta do recado".

São Paulo

Marcello Zambrana/AGIF

O time tricolor também não se mostrou muito preocupado com as perdas do peruano Cueva e dos argentinos Lucas Pratto e Buffarini para o clássico com o Corinthians - tanto que até lamentou a ausência de Rodrigo Caio na lista do Brasil. O diretor de futebol José Jacobson preferiu exaltar o efeito positivo da convocação para os jogadores.

"É lógico que a falta conta, pois são jogadores de ponta. Mas vejo que são dois momentos distintos: um que a gente sente a falta do jogador, e o outro positivo para o atleta, que está realizando um sonho de defender o seu país. São duas coisas que se conflitam. É claro, também, que agora é uma fase em que, se o clube não tiver um bom resultado, não será eliminado. O Corinthians também vai ficar sem Balbuena e Fagner. Isso é ruim para o espetáculo".

Flamengo

Gilvan de Souza/ Flamengo

O Flamengo não terá o meia Diego, o atacante Guerrero e o lateral Trauco - os dois últimos, convocados pela seleção do Peru. Outra possível baixa é o colombiano Berrío. Os desfalques devem abranger três jogos, incluindo um clássico: Bangu, Vasco e Volta Redonda. Mas a postura da diretoria rubro-negra é de pouca preocupação, porque as partidas valerão pela fase de classificação da Taça Rio.

Sport

Williams Aguiar/Sport Recife

O Sport vai ceder o meia-atacante Diego Souza à seleção brasileira e ficará sem ele no clássico contra o Santa Cruz, em 26 de março, pelo Campeonato Pernambucano. Mas o diretor de futebol Rodrigo Barros destacou a felicidade da diretoria e da torcida em ver um jogador do clube representando o Brasil.

"Faz parte. O importante é que o Diego é um atleta que tem uma conduta irreparável, é um ídolo para a torcida do Sport. Ele enaltece o nome do Sport em todos os cantos. A gente fica muito satisfeito, muito feliz com ele na seleção. A gente nem tem o direito de lamentar a ausência dele no clássico contra o Santa Cruz. A torcida do Sport é só alegria com a convocação dele e a gente tem peças que vão suprir a ausência dele", afirmou.

Atlético-PR

AFP PHOTO / Luis Acosta

Como o goleiro Weverton, convocado por Tite, não vem jogando o Campeonato Paranaense, o Atlético-PR não será prejudicado. Em tese, o jogador perderia duelos contra J. Malucelli, Cianorte e Paraná pelo Estadual, nos quais provavelmente já não seria escalado. Weverton não perderá jogos pela Libertadores, torneio que é prioridade do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos