Nico López passa por 'correção muscular' e reabre briga por vaga no Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Internacional

    Nico López deve ganhar mais oportunidades a partir de crescimento no Inter

    Nico López deve ganhar mais oportunidades a partir de crescimento no Inter

Nico López ganha mais espaço a cada oportunidade em que joga pelo Inter. O atacante uruguaio não disputará mais vaga no time com Brenner, que se consolidou como centroavante da equipe, mas com Carlos. E o crescimento se deu a partir de uma correção muscular feita no Internacional. 

Entre as idas e vindas do departamento médico, que duram desde o ano passado, foi constatado que Nico López tinha o que popularmente se chama de 'desequilíbrio muscular'. Trata-se de um dos membros mais forte do que o outro. Para pessoas de vida comum tal situação influencia pouco, mas para atletas de alto rendimento pode ser letal. 
 
Com uma perna mais forte do que a outra, por exemplo, o jogador tende a sofrer maior número de lesões musculares. Simplesmente porque um dos lados suporta melhor do que o outro a elevada carga de exercícios. Além disso, o lado menos forte acaba sobrecarregado pelo cérebro, que o indica a ter o mesmo rendimento do oposto. 
 
O Internacional percebeu isso em um dos exames realizados em Nico. Passou por um processo de correção e agora vê o crescimento dele em campo. 
 
"Descobriu-se, em um exame feito depois de um desconforto, que ele tinha uma perna mais forte do que a outra. Por isso ficou afastado, para fazer reforço muscular. Ele voltou, e muito bem. Há dois jogos que tem boas participações. Está crescendo com a equipe, tem muito a dar e contamos com ele. Entrou muito bem hoje (sábado, no Gre-Nal) e temos muitos jogos pela frente", disse o técnico Antonio Carlos Zago. 
 
De fato, Nico López é figura frequente em trabalhos especiais ou mesmo no departamento médico. A justificativa para isso seria o desequilíbrio muscular. Corrigindo-se tal problema, a tendência é que ele possa receber sequência no time. 
 
No clássico Gre-Nal de sábado, Nico entrou no intervalo e deu outra vida ao ataque da equipe vermelha. Não marcou gols, mas participou ativamente das jogadas de frente. 
 
Outro ponto a corrigir para conquistar de vez lugar na equipe é a recomposição defensiva. Se atuar na vaga de Carlos, precisará acompanhar os avanços do lateral adversário a cada jogada. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos