Médico do Corinthians diz que Danilo correu risco de ter perna amputada

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • AFP / Gregg Newton

    Danilo fraturou a perna em agosto de 2016, durante treino do Corinthians

    Danilo fraturou a perna em agosto de 2016, durante treino do Corinthians

O consultor médico do Corinthians, Joaquim Grava, afirmou em contato com o UOL Esporte que o meia Danilo correu risco de ter a perna amputada após fratura sofrida em agosto de 2016. O jogador de 37 anos está em fase final de recuperação, e a expectativa é que ele volte aos gramados em abril.

"Ele teve uma lesão na artéria na época. Chamou o cirurgião vascular, mecanismo de sutura. E existia um risco de perder o membro. Foi um risco normal", disse Grava.

"Lógico que foi passado para ele. Ele sofreu o acidente e falamos para ele na hora. Foi 24 horas depois do trauma que isso [amputação] foi descartado. Ele não teve nem reação, mas confiava na gente", completou.

Danilo treina com bola e se aproxima de retorno no Corinthians

A lesão de Danilo aconteceu em 30 de agosto do ano passado, durante um treinamento na véspera de um jogo contra o Fluminense pela Copa do Brasil. Em disputa com o zagueiro Yago, o meia fraturou a tíbia e a fíbula da perna direita.

"Ele está evoluindo muito bem", disse Grava. "Teve uma compressão no nervo, mas até pela faixa etária, ele está indo muito bem, dentro da normalidade. Já está treinando nos gramados, mas para condição de jogo não dá para saber. Quem sofre um trauma fica emocionalmente atingido".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos