Suárez diz que Barcelona precisará de paciência, mas confia na virada

Do UOL, em São Paulo

Diante do desafio de ter que vencer o PSG por cinco gols de diferença, o atacante Luis Suárez pede paciência ao time do Barcelona para a partida desta quarta-feira, no Camp Nou, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Na avaliação do uruguaio, o desespero para buscar o gol pode complicar ainda mais a situação dos catalães, derrotados por 4 a 0 em Paris. Um mesmo placar a favor do Barcelona leva a disputa para os pênaltis.

"A partida contra o PSG vai durar 94, 95 minutos e temos que ser pacientes. Temos que ser ambiciosos, mas não jogar de forma desesperada e ficarmos loucos nos primeiros minutos. Somos os primeiros que queremos entrar para a história, mas a partida dura muito tempo. Que tenhamos tranquilidade", disse.

A situação adversa, no entanto, não significa que a missão seja impossível. Para Suárez, se existe um time capaz de conseguir a virada, ele é o Barcelona.

"No futebol, nada é impossível. Se um time pode fazer quatro gols, ele é o Barcelona, mas sempre com a nossa forma de jogar. Somos conscientes de que jogamos contra um grande rival", disse.

"Este é um lindo desafio. É difícil, mas não é impossível. O grupo está unido, a torcida, e tentaremos a virada nas oitavas", completou.

Luis Enrique tem mesmo raciocínio

Se depender das instruções de Luis Enrique, Suárez terá seu desejo de tranquilidade em campo atendido. O técnico também acredita que o desespero será prejudicial ao time catalão.

"Nós buscamos resultados ao longo de uma partida, não se pode marcar um gol a cada quinze minutos. Como tenho que pressionar, como posso gerar superioridade? É concentrar no que é preciso fazer porque isso o levará a conseguir resultados", explicou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos