Corinthians ganha fôlego nas contas da Arena com R$ 3,5 milhões em 2 jogos

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

    Torcedores do Corinthians assistem à vitória sobre o Santos em Itaquera

    Torcedores do Corinthians assistem à vitória sobre o Santos em Itaquera

Dois públicos deram fôlego ao Corinthians em relação ao pagamento de sua arena. Com mais de 30 mil pessoas em cada um dos clássicos, o clube voltou às cifras milionárias das rendas obtidas nos jogos em Itaquera.

Nos duelos com Palmeiras e Santos, o valor somado com a bilheteria chegou a R$ 3,5 milhões, com média de renda bruta de R$ 1,76 milhão. O cenário é bastante distinto do registrado nos três primeiros jogos da temporada, contra Ferroviária (amistoso), Santo André e Novorizontino. 

Os valores de bilheteria dessas partidas, somados, chegaram a R$ 1,64 milhão, com média de "apenas" R$ 546 mil. A diferença tem a seguinte explicação: o torcedor compareceu ao estádio e o preço médio do ingresso foi mais elevado.

Contra o Novorizontino, o valor médio da entrada foi de R$ 40. Mesmo mais baixo em relação às temporadas 2014, 2015 e 2016, somente 11,7 mil torcedores foram à arena. 

Os valores médios cobrados pelo Corinthians no estádio atingiram as marcas de R$ 50 e R$ 55 nos confrontos com Palmeiras e Santos, respectivamente. Com públicos no mesmo patamar dos anos passados, o clube voltou a garantir rendas altas.

De volta ao cenário antigo

Desde a inauguração da Arena Corinthians, em maio de 2014, 92 jogos do time alvinegro foram disputados no estádio. A média de público é de 30.917, com renda de R$ 1,87 milhão. Ou seja, nos dois últimos jogos, o clube voltou a apresentar números alcançados habitualmente.

Todo o dinheiro arrecadado na arena pelo clube é destinado a um fundo responsável pelo pagamento das parcelas mensais. O Corinthians iniciou o pagamento para quitar a dívida em julho de 2015. Inicialmente, teria 12 anos para pagar o estádio. Depois de um acordo com a Caixa Econômica, esse período passou a 20 anos.

Públicos em 2017

Ferroviária: 21.956
Santo André: 18.046
Novorizontino: 11.708
Palmeiras: 30.727
Santos: 36.111 

Rendas 

Ferroviária: R$ 365,6 mil
Santo André: R$ 798,9 mil
Novorizontino: R$ 473,4 mil
Palmeiras: R$ 1,53 milhão
Santos: R$ 1,99 milhão

Preço médio do ingresso

Ferroviária: R$ 16,65
Santo André: R$ 44,28
Novorizontino: R$ 40,43
Palmeiras: R$ 49,98
Santos: R$ 55,16

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos