Reforços em baixa e tropeços em estreias preocupam Dorival na Libertadores

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Rivaldo Gomes/Folhapress

    Técnico Dorival Júnior está pressionado no cargo na estreia do Santos na Libertadores

    Técnico Dorival Júnior está pressionado no cargo na estreia do Santos na Libertadores

O Santos inicia nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), diante do Sporting Cristal, no estádio Nacional do Peru, a disputa da Copa Libertadores da América após cinco anos de afastamento da competição.

O sonho santista de conquista do quarto título sul-americano, no entanto, começa em meio a um momento turbulento para a equipe do técnico Dorival Júnior. O time vive fase ruim, sem nenhum de seus reforços em destaque, e ainda com um retrospecto desfavorável nas estreias.

Em 12 edições disputadas foram sete tropeços em jogos de abertura do torneio, quatro derrotas e três empates. Nas últimas três participações, nenhuma vitória: revés por 2 a 1 para o The Strongest, em 2012, e empates contra Deportivo Táchira e Deportivo Cúcuta, em 2011 e 2008, respectivamente.

Os problemas de Dorival, entretanto, não se limitam somente ao quesito retrospecto. O técnico sofre questionamento nos bastidores com um time que ainda não correspondeu dentro das quatro linhas.

"Todos querem resultado, mas dentro de campo damos a vida por ele [Dorival Júnior] e pelo time. Precisamos que o torcedor nos acompanhe. Estamos felizes por disputar a Libertadores depois de tanto tempo. Vamos jogar todas as partidas como se fossem finais", disse o atacante Copete.

O Santos só venceu um dos últimos cinco jogos disputados – 2 a 0 diante do Botafogo-SP, na Vila Belmiro. Perdeu para São Paulo, Ferroviária e Corinthians, além de ter empatado com o Ituano. Para piorar, nenhum dos contratados ainda engrenou. Foram cerca de R$ 23 milhões gastos em novo nomes.

O volante Leandro Donizete foi quem mais recebeu oportunidades. Titular na ausência de Renato, não convenceu. Além disso, constantemente recebe críticas pelo fato de ter sido uma indicação pessoal de Dorival com contrato de três anos, apesar dos seus 34.

O zagueiro Cléber, por sua vez, chegou como solução defensiva para suprir as ausências de Gustavo Henrique e Luiz Felipe, machucados, mas demorou para estrear por conta de problemas musculares. Acabou sendo expulso na estréia e falhando, justamente, no clássico contra o Corinthians, seu antigo clube.

Bruno Henrique também recebeu oportunidades, mas produziu pouco e já é outro que passou a ser questionado pelos altos valores de sua contratação: cerca de R$ 14 milhões.

Matheus Ribeiro e o colombiano Vladimir Hernández, por sua vez, ainda não estrearam e, consequentemente, não engrenaram. O primeiro, apesar de ter sido um dos destaques da campanha do Atlético-GO na última Série B, por opção de Dorival, enquanto o segundo devido a um longo imbróglio entre o Santos e o Junior Barranquilla, seu ex-clube na Colômbia.

Para a partida, provavelmente só Cleber deve iniciar entre os titulares. O Santos contará com o retorno do volante Renato, do centroavante Ricardo Oliveira e do meia Lucas Lima, recuperados de lesões.

FICHA TÉCNICA
 
SPORTING CRISTAL X SANTOS
 
Data: 9 de março de 2017, quinta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Local: Estádio Nacional do Peru, em Lima (Peru)
Competição: Copa Libertadores da América
Árbitro: José Argote (Venezuela)
Auxiliares: Carlos Lopez e Luis Murillo (ambos da Venezuela)
 
SPORTING CRISTAL: Viana; Revoredo, Cazulo, Abram, Céspedes; Carlos Lobaton, Aquino, Costa, Sandoval, Sanchez; Ifran. 
Técnico: José Guillermo Del Solar
 
SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Cléber, David Braz (Lucas Veríssimo) e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior
 

Relembre as estreias do Santos na Libertadores:

18/2/1962 – Deportivo Municipal-BOL 3 x 4 Santos – Hernando Siles
22/8/1963 – Santos 1 x 1 Botafogo – Pacaembu
15/7/1964 – Santos 2 x 3 Independiente-ARG – Maracanã
13/2/1965 – Universidad de Chile-CHI 1 x 5 Santos –  Estádio Nacional
11/2/1984 – Flamengo 4 x 1 Santos – Maracanã
5/2/2003 – América de Cali-COL 1 x 5 Santos – Pascual Guerrero
5/2/2004 – Jorge Wilstermann-BOL 2 x 3 Santos – Félix Caprilles
16/2/2005 –  Bolívar-BOL 4 x 3 Santos – Hernando Siles
31/1/2007 – Blooming-BOL 0 x 1 Santos – Tahuichi Aguillera
14/2/2008 – Deportivo Cúcuta-COL 0 x 0 Santos – General Santander
15/2/2011 – Deportivo Táchira-VEN 0 x 0 Santos – Pablo Nuevo
15/2/2012 – The Strongest-BOL 2 x 1 Santos – Hernando Siles

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos